Na Ponta do Lápis

Qual país tem a melhor educação do mundo?

por Tiago Jokura

Noruega

Quem diz: O Índice de Desenvolvimento da Educação para Todos, da Unesco, em 2001.

Como avalia: O índice mede as condições gerais de acesso ao ensino usando 4 critérios: porcentagem de crianças na educação primária, grau de alfabetização de adultos, taxa de permanência até a 5ª série e igualdade de desempenho escolar entre meninos e meninas.

Dever de casa: A Noruega investe 6,4% do PIB em educação (o Brasil, por exemplo, investe 4,3%). Até a faculdade, o estudante tem direito a ensino gratuito adaptado a suas capacidades e aptidões. Em 1976, a Noruega foi pioneira ao incluir na Constituição o direito de todos os adultos à educação e, atualmente, dispõe de mais de 20 instituições de ensino específicas para os mais velhos.

Nº de países avaliados: 127

Posição do Brasil: 72o

Para saber mais: http://www.efareport.unesco.org

Finlândia

Quem diz: A Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico (OCDE), uma entidade que visa ajudar seus países membros a manter boas políticas públicas em áreas como economia e educação.

Como avalia: O exame trienal, aplicado em jovens de 15 anos, avalia matemática, ciências, capacidade de leitura e solução de problemas – ferramentas fundamentais para o estudante adquirir conhecimento e trabalhar com várias disciplinas simultaneamente.

Dever de casa: A Finlândia tem menos notas ruins e maior equilíbrio entre melhores e piores estudantes. Jari Rajanen, do Ministério da Educação, diz que a educação básica gratuita, o contato estreito entre escolas e famílias e os professores altamente qualificados são o motivo do desempenho.

Nº de países avaliados: 41

Posição do Brasil: 38o

Para saber mais: http://www.pisa.oecd.org

Cingapura

Quem diz: O Estudo Internacional de Matemática e Ciência, feito pela Associação Internacional de Avaliação de Rendimento Educacional, uma entidade com base na Holanda.

Como avalia: A cada 4 anos, alunos de 4ª e 8ª séries fazem provas de matemática e ciências. O ensino dessas 2 disciplinas não varia muito entre nações – ao contrário do de história, geografia e línguas – e facilita a comparação.

Dever de casa: De acordo com o Ministério da Educação de Cingapura, o bom desempenho dos alunos é resultado da motivação – 75% deles "curtem" estudar matemática e ciências. Além disso, Cingapura tem o maior índice de recursos educacionais disponíveis, tanto na escola como nos lares. Cerca de 90% dos alunos têm computador em casa (contra 60% da média dos outros países).

Nº de países avaliados: 53

Posição do Brasil: Não participou

Para saber mais: http://timss.bc.edu/

 

publicidade

anuncie

Super 340-b - Universo - o cosmos segundo a SUPER As melhores reportagens dos 27 anos da SUPER sobre o espaço, o tempo e os limites da ciência - agora revistas e atualizadas. Uma viagem do infinito ao infinitesimal. Como você nunca viu. Assine a Super Compre a Super

Superinteressante ed. 340-b
novembro/2014

Universo - o cosmos segundo a SUPER
As melhores reportagens dos 27 anos da SUPER sobre o espaço, o tempo e os limites da ciência - agora revistas e atualizadas. Uma viagem do infinito ao infinitesimal. Como você nunca viu.

- sumário da edição 340-b
- folheie a Superinteressante

Você está na área: Cotidiano

publicidade

anuncie