Veja como seria Michael Jackson sem as plásticas

Especialista da polícia de NY "envelhece" retrato do astro

Por Redação Super

Bárbara Soalheiro e Ivan Finotti


- Michael Jackson: como o pop matou o seu rei
- Ascensão e queda do cantor
- Conheça alguns dos astros mais excêntricos da música

Se Michael Jackson não tivesse feito tantas cirurgias plásticas, seu rosto seria completamente diferente do que conhecemos hoje. Segundo o artista judicial Stephen Mancusi, da polícia de Nova York, ele se pareceria com o retrato acima. “Em geral, as pessoas ganham peso ao longo da vida. Algumas áreas do rosto, como o queixo e as bochechas, ficam com mais volume”, diz o artista. “Parti de uma foto de Jackson com 12 anos e apliquei a ela as tendências naturais de envelhecimento humano.” O trabalho foi desenvolvido no ano passado por encomenda de uma rede de televisão americana. Mancusi utilizou uma técnica conhecida como “progressão etária”, usada para identificar pessoas procuradas pela lei. A obra foi feita à mão e levou uma semana para ser concluída. “Também é comum ganharmos marcas na testa e ao redor da boca”, diz ele, ressaltando algumas das diferenças entre o verdadeiro e o possível Jackson. O astro que vemos na televisão ostenta atualmente maçãs do rosto mais bem definidas e o queixo, no lugar do volume natural, foi brindado com uma covinha. Mas e quanto ao cabelo? Qual a técnica possível para chegar ao penteado acima? “Me inspirei em uma foto atual de um dos irmãos Jackson. É um cabelo comum entre os homens negros americanos nessa idade”, afirma o artista da polícia.