GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Fim de um mito: mulheres que convivem não menstruam juntas

Estudo da Universidade de Oxford em parceria com o app de fertilidade Clue comprova que ciclos menstruais não se alinham - pelo contrário.

Você morou junto com outras mulheres e seus ciclos menstruais entraram em sincronia? No trabalho, suas colegas começaram a menstruar nos mesmos dias que você? A sua menstruação coincide com a das suas amigas mais próximas?

Apesar de muita gente achar que isso é possível, ciclos não são astros para se alinharem e hormônios não são vírus para serem espalhados pelo ar. Um novo estudo da Universidade de Oxford realizado em parceria com o aplicativo de fertilidade Clue mostrou que, ao contrário do senso comum, quanto mais as mulheres convivem, maiores são as chances de seus períodos menstruais acontecerem em dias diferentes.

A pesquisa investigou 360 pares de mulheres que viviam juntas e analisou três ciclos menstruais consecutivos de cada dupla – esse foi o estudo sobre o assunto com a maior amostragem de participantes já feito. A partir de 1.500 respostas, os pesquisadores perceberam que mais de 75% das duplas menstruaram em datas mais distantes de suas amigas no terceiro mês que no primeiro. Ou seja, com o passar do tempo os ciclos foram se afastando.

“Faz parte da natureza de duas séries matemáticas que continuam se repetindo: a série divergirá à medida que os números crescerem. É de se esperar que a cada seis meses mais ou menos, os períodos menstruais vão se sincronizar. Mas isso não significa que diferença está ficando menor”, afirma a cientista do aplicativo Clue, Marija Vlajic, em entrevista ao The Guardian.

A sincronia menstrual não tem nada de pacto de sangue, conexão uterina, mística, muito menos de científica: é pura coincidência das probabilidades.