Respostas

O que é Auto-Tune?

Ele corrige imperfeições na voz de cantores e ficou famoso por ser usado exaustivamente por artistas consagrados – como Rebecca Black.

por Rodrigo Ortega

De Cher a Gal Costa, são cada vez mais adeptos do Auto-Tune, programa que ajuda cantores a chegar ao tom certo. Ele foi lançado em 1997 pela Antares, empresa criada por um veterano da indústria do petróleo chamado Andy Hildebrand. A experiência anterior não é coincidência. Hildebrand trabalhava com prospecção, ou seja, a busca pelo ouro negro debaixo da terra. A atividade consiste em emitir ondas sonoras no subsolo. Por meio do reflexo dessas ondas, é possível localizar petróleo. Então, Hildebrand notou que a interpretação rápida e precisa das ondas sonoras podia ser usada na música. Foi esse funcionamento que inspirou a criação do Auto-Tune. Seu uso pode ser discreto, disfarçando breves incorreções vocais, ou ostensivo, o que gera aquele som sintético típico das músicas do Black Eyed Peas. O exagero no Auto-Tune é controverso. “Comprometer uma performance 98% boa por causa de duas notas não vale a pena”, diz o produtor musical Kassin. Para ele, o excesso tira a naturalidade da voz. Mesmo polêmico, o programa já faz parte da música atual. Gal Costa, que trabalhou com Kassin, entrou na onda e ainda assumiu no título da música: Autotune Autoerótico. E o maior sucesso do YouTube em 2011 é um exemplo nítido do gênero. Com 180 milhões de visualizações, Rebecca Black ostentou o Auto-Tune nos versos pegajosos de Friday.

Teste: Tente identificar quais músicas foram modificadas pelo programa

Qual é o tom, maestro?
O Auto-Tune mapeia e redesenha a voz do cantor. Pode fazer uma pequena cirurgia ou criar um monstro sintético que se espalha na internet.

LOCALIZAR
Em até 10 milésimos de segundo (5 vezes mais rápido que uma piscar de olhos), o programa detecta os tons cantados e calcula a frequência das ondas sonoras usando uma técnica chamada autocorrelação. “Ela é usada para identificar os padrões de ondas sonoras”, diz Andy Hildebrand, criador do Auto-Tune.

ENCAIXAR

Depois de mapear, é hora de corrigir. Cada uma das 7 notas musicais e seus 5 tons intermediários correspondem a um nível de frequência. O Auto-Tune indica a escala de notas da música a ser trabalhada. Se algum trecho fugir dessa escala, ele reprocessa
a voz, alterando a frequência, até chegar à nota mais próxima.

CIRURGIA PLÁSTICA
O Auto-Tune tem 2 modos de funcionamento. Na função automática, como o nome diz, ele trabalha sozinho. Já na função gráfica, a música é representada em um desenho, que pode ser manipulado nos trechos desejados, como se fosse um Photoshop da voz.

A VEZ DAS GUITARRAS
Guitarra desafinada é coisa do passado. Essa é a promessa do ATG, ou Auto-Tune for Guitar, com lançamento previsto pela Antares para 2012. O programa usa o mesmo princípio do Auto-Tune. A diferença é que no primeiro apenas 1 elemento era trabalhado: a voz do cantor. Agora, serão as 6 cordas da guitarra. Seis vezes mais trabalho. Falta só o botão “toca Raul”.

 

Ilustração: Bruno Algarve e Frederico Rubim

publicidade

anuncie

Super 336 - Astrologia funciona (mas não como você imagina) E mais: seu signo talvez não seja aquele que você pensa. Assine a Super Compre a Super

Superinteressante ed. 336
agosto/2014

Astrologia funciona (mas não como você imagina)
E mais: seu signo talvez não seja aquele que você pensa.

- sumário da edição 336
- folheie a Superinteressante

Você está na área: Tecnologia

publicidade

anuncie