GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Os 7 gadgets mais esperados de 2017

Confira os principais lançamentos do ano

Para a tecnologia, 2016 foi um ano bacana. Teve o PlayStation VR e o PS4 Pro, teve o iPhone 7 e o novo Macbook, teve o Google Daydream, o Microsoft HoloLens – e até o primeiro drone de selfie. Mas 2017 promete ser ainda melhor. Vamos aos lançamentos mais esperados:

 

7. Nintendo Switch

O Nintendo Wii foi um megasucesso; seu sucessor, o Wii U, um indiscutível flop. Agora, a Nintendo tenta se reerguer com o Switch, o primeiro console de videogame que foi pensado para jogar tanto em casa, na tela da TV, quanto fora de casa, com uma tela portátil (veja no vídeo acima). É bem diferente – e parece interessante. O êxito ou fracasso do Switch vai depender dos jogos, da capacidade de processamento e do preço dele – que serão conhecidos no dia 13 de janeiro (o lançamento do console está marcado para março).

 

nokia-logo1

6. Os smartphones da Nokia – agora com Android

Quando a Nokia foi comprada pela Microsoft, em 2013, tudo indicava que isso seria seu fim. Não deu outra. Depois de extinguir a marca Nokia em favor da sua própria, e insistir por alguns anos no malsucedido sistema Windows Phone, a Microsoft jogou a toalha – e em 2016 abandonou o mercado de smartphones, demitindo mais de 1.000 funcionários da antiga Nokia. Mas ela vai voltar em 2017. Um grupo de ex-diretores da Nokia licenciou a marca, que irá ressuscitar com uma nova linha de smartphones, agora baseados no Android. Os fãs da Nokia -e seus ex-competidores- aguardam com atenção.

 

5. Galaxy S8

2016 tinha tudo para ser “o” ano da Samsung. Embalada pelo sucesso do Galaxy S7 Edge (em certos aspectos, um aparelho mais avançado que o iPhone), ela resolveu dar o máximo no Galaxy Note 7 – o aparelho que iria redefinir os conceitos de smartphone high-end. Acabou em chamas. O Note 7 tinha uma tendência crônica a explodir (o que, sabe-se hoje, tem a ver com seu projeto agressivo demais), e acabou tendo de ser recolhido do mercado. Isso deixou um rombo estimado em US$ 20 bilhões (US$ 3 bilhões de prejuízo e mais US$ 17 bilhões que a Samsung deixou de ganhar vendendo o aparelho). Mas, acima de tudo, colocou um ponto de interrogação sobre a marca. O mercado está esperando para ver como a Samsung irá dar a volta por cima. E o momento é a apresentação do Galaxy S8, prevista para fevereiro.

 

4. MAG-LEV Turntable

Toca-discos de vinil está na moda. Toca bem, é divertido de usar, fica bonito em casa. Mas o MAG-LEV pode fazer tudo isso como nenhum outro: pois é o primeiro cujo prato literalmente flutua no ar, suspenso por um conjunto de ímas (permanentes, no prato, e eletroímas, na base). Por isso, tem um visual incrível, e também promete mais qualidade de som – já que é praticamente imune a vibrações, grandes inimigas dos toca-discos tradicionais. Ele já está à venda (o preço vai de US$ 840 a US$ 1.500, conforme o acabamento), mas as primeiras unidades só serão entregues em agosto de 2017.

 

3. Retro Engine Sigma

O NES Classic Edition, console que vem com 30 games clássicos do Nintendo 8 bits, foi um dos produtos mais legais (e disputados) de 2016, e a TecToy anunciou que irá relançar o Mega Drive no Brasil em 2017. Os games retrô estão em alta. Agora image um console que roda todos os jogos do Nintendinho e do Mega Drive – mas também de Super Nintendo, Master System, Atari (2600 e 7800), Game Boy, Neo Geo, Nintendo 64 e PlayStation 1. E que, além de tudo isso, custa só US$ 60. Essa é a promessa do Retro Engine Sigma, que foi apresentado numa campanha de crowdfunding e arrecadou 20 vezes mais dinheiro do que pediu. Só tem problema: talvez ele não chegue a ser lançado. Os criadores dos consoles clássicos, e principalmente dos games, poderão entrar na Justiça alegando pirataria (já que a maioria dos compradores do Sigma iria abastecê-lo com ROMs piratas, baixadas ilegalmente da internet). A conferir.

 

2. iPhone 8

Há momentos em que a Apple lembra o atleta ucraniano Sergey Bubka, que dominou o salto com vara por mais de 20 anos. Bubka era o melhor do mundo, sabia disso e saltava a altura mínima necessária para quebrar o próprio recorde – fez isso nada menos do que 35 vezes. No iPhone 7, a Apple agiu da mesma forma. Ele é uma evolução relevante, e que mantém o iPhone no topo, mas está longe de ser revolucionária. Desde o iPhone 4, lançado em 2010, a Apple não promove uma grande mudança de design em seus smartphones. Acredita-se que isso vá acontecer em 2017, pois é quando o lançamento do primeiro iPhone completará dez anos. O iPhone 8 seria uma edição ao mesmo tempo comemorativa e radical, com design e materiais totalmente diferentes. Tomara.

 

1. Project Scorpio

 

A Sony está liderando a atual geração de games, e em 2016 ampliou sua vantagem sobre a Microsoft com o lançamento do PS4 Pro, um console 228% mais potente que o PlayStation 4 original. Mas a Microsoft não está parada. Em 2017, promete lançar um super-Xbox, atualmente conhecido apenas como “Project Scorpio”, que daria um salto impressionante. Ele seria capaz de alcançar 6 Teraflops, ou seja, poderia executar 6 milhões de operações matemáticas de ponto flutuante (como as envolvidas na geração de gráficos 3D) por segundo. É muito mais que o PS4 Pro, de 4,2 Teraflops – e faz o PS4 original, com seus 1,8 Teraflop, parecer algo totalmente obsoleto. O Scorpio pode levar os consoles de videogame a outro patamar. Além de rodar os jogos em resolução 4K (como o PS4 Pro), terá potência para incrementar o que realmente importa – a quantidade e a qualidade dos polígonos e das texturas que formam a imagem. Isso poderá resultar em gráficos muito melhores, um degrau mais perto do santo graal dos games: o fotorrealismo.