Clique e assine a partir de 8,90/mês
Ciência Maluca Por Blog As pesquisas mais importantes para você compreender a sua vida - e as mais inusitadas para você entender todo o resto. Por Tiago Jokura

Pessoas inteligentes comem muito chocolate

Por Carol Castro - Atualizado em 21 dez 2016, 10h07 - Publicado em 25 out 2012, 17h29

Comem chocolate, ficam inteligentes e ganham prêmios. Parece bobagem, mas existe uma relação entre o consumo de chocolate e os países onde vivem os vencedores do Prêmio Nobel.

E quem fez essa comparação realmente não tinha mais nada para fazer. O cardiologista Franz Messerli estava deitado num quarto de hotel quando parou para pensar sobre um estudo que mostrava como o flavonoide do cacau pode aprimorar nossas habilidades cognitivas. Aí ele começou a analisar se os países de onde mais saíam vencedores do Prêmio Nobel consumiam muito chocolate. E concluiu: quanto maior o consumo de chocolate per capita (kg/habitantes) de um país, maior o número de gênios premiados com o Nobel, a cada 10 milhões de pessoas.

Os suíços, por exemplo, que somam quase 8 milhões de pessoas, já levaram 29 premiações e comem chocolate para caramba – cada habitante come quase 10 quilos do doce por ano. A Suécia e Alemanha também. Seguindo a média encontrada pela pesquisa, para ganhar mais um Nobel, qualquer país precisa aumentar em 400 gramas o consumo anual de chocolate.

Continua após a publicidade

Bobeira? Total. Até o pesquisador sabe: ninguém vai ganhar um Nobel depois de se entupir de chocolate. Maaas se esse pessoal inteligente curtia uma barra de chocolate, por que não seguir o exemplo?

Crédito da foto: flickr.com/fenyn

Leia também:
Chocolate diminui riscos de ter um derrame
Um em cada três solteiros trocaria sexo por comida
Chocolate pode virar remédio “antivelhice”

Publicidade