Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês
Oráculo Por aquele cara de Delfos Ser supremo detentor de toda a sabedoria. Envie sua pergunta pelo inbox do Instagram ou para o e-mail bruno.vaiano@abril.com.br.

Algum atleta olímpico já abandonou a competição para ajudar um adversário?

Algum atleta olímpico já abandonou a competição para ajudar um adversário? Rodrigo Santos, Porto Alegre, RS Sim. Nas Olimpíadas de Seul, 1988, o  canadense Lawrence Lemieux sacrificou sua chance de ganhar uma medalha para salvar a vida de outros competidores. Ele estava em segundo lugar quando saiu de seu curso após ver os velejadores Joseph […]

Por Oráculo Atualizado em 21 dez 2016, 09h07 - Publicado em 19 ago 2016, 16h52

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=aomvdMLJzVo?feature=oembed&w=474&h=356%5D


Algum atleta olímpico já abandonou a competição para ajudar um adversário?

Rodrigo Santos, Porto Alegre, RS

Sim. Nas Olimpíadas de Seul, 1988, o  canadense Lawrence Lemieux sacrificou sua chance de ganhar uma medalha para salvar a vida de outros competidores.

Ele estava em segundo lugar quando saiu de seu curso após ver os velejadores Joseph Chan e Shaw Her Siew, de Singapura, ao lado do barco, que havia virado e à deriva, com risco de serem tragados pelo mar.

Lemieux voltou e retirou-os da água, aguardando pelo resgate antes de retornar à competição. O atleta terminou em 22º lugar, mas foi creditado com o segundo lugar, colocação em que se encontrava quando desviou sua rota.

No fim de todas as regatas, terminou em 11º no geral, e o medalhista de ouro foi José Luis Doreste, da Espanha. Mas Lemieux foi premiado com a medalha Pierre de Coubertin por seu espírito esportivo, auto-sacrifício e coragem.

Fontes: Comitê Olímpico Internacional, site do time olímpico canadense e livro Universo Olímpico : Uma Enciclopédia das Olimpíadas, de Eduardo Colli.
Post anterior: De onde vem o termo “gol olímpico”?

Continua após a publicidade
Publicidade