Clique e assine a partir de 8,90/mês
Oráculo Por Blog Pode perguntar que a redação da SUPER responde: oraculo@abril.com.br

Quem inventou o número zero?

Por Bruno Vaiano - 6 ago 2020, 21h41

Por volta de 3 mil a.C. os sumérios já usavam um símbolo cuneiforme equivalente ao zero para grafar números como 208, em que a casa das dezenas é vazia. Perceba, então, que o zero foi só um efeito colateral de uma invenção ainda mais importante: a decomposição dos números em casas (unidades, dezenas, centenas, milhares) representadas cada uma por um algarismo só.

O número 317, por exemplo, significa três centenas, uma dezena e sete unidades. Você não precisa escrever dois zeros depois do algarismo 3 para indicar que ele significa 300. A posição dele já indica isso. Antes, os sumérios escreveriam esse número como 100 + 100 + 100 + 10 + 5 + 2.

Que é exatamente o que os romanos faziam: O 317 era grafado como CCCXVII, em que C representa 100, X é 10, V é 5, e II é 2. Fofo, mas péssimo para fazer contas. (Há indícios de que alguns romanos aprenderam a usar os números do jeito sumério por praticidade: CCCXVII virava III, I, VII, que é, ao pé da letra, 317.)

Pergunta de @dusampaio_, via Instagram.

Fonte: livro The Nothing That Is, de Robert Kaplan. O sistema sumério era de base 60, não 10, mas por limitações de espaço e clareza didática, omitimos esse detalhe.

Continua após a publicidade
Publicidade