Clique e assine a partir de 8,90/mês

Projeto Áreas Verdes das Cidades te convida a conhecer (e conservar) parques

Por Marina Maciel - Atualizado em 21 dez 2016, 10h18 - Publicado em 9 mar 2015, 11h00

parque-ibirapuera-lago-arvores

Aqui, no Blog da Redação, do Planeta Sustentável, sempre indicamos iniciativas inspiradoras de todo o mundo e links imperdíveis da web, desde 2007, quando o blog foi criado. Desta vez, queremos homenagear um site brasileiro, que completou três anos no dia 22/02: o Áreas Verdes das Cidades, criado pelo português Antonio Guedes, de 65 anos.

Engenheiro por formação, Guedes se considera brasileiro. Chegou aqui aos quatro anos de idade, morou no Rio de Janeiro e, depois, mudou-se para São Paulo, onde vive há 40 anos. Hoje, está aposentado e atua como escritor e pesquisador no site, que tem uma proposta linda: mapear áreas verdes urbanas e parques da cidade de São Paulo, por meio de fotos, vídeos e resenhas.

“Na vida, podemos sempre mudar de planos e focos, buscando novos desafios que nos apaixonam. Jamais na minha carreira de executivo poderia imaginar que criaria um site sobre áreas verdes, desenvolvendo um trabalho para divulgar parques e praças, que são espaços privilegiados e trazem benefícios comprovados para a saúde“, conta. E ressalta um provérbio indígena americano, que usa com frequência: “O coração do homem, quando longe da natureza, endurece”.

Continua após a publicidade

antonio-guedes-e-esposa-projeto-areas-verdes-das-cidades
Antonio Guedes e sua esposa (e companheira de visitas) passeiam no Jardim Botânico de São Paulo

Guedes conta que, em suas viagens pelo Brasil e para o exterior, sempre procurou parques e praças para caminhar, observar e registrar imagens da fauna e da flora. Movido por sua paixão pelas áreas verdes e incentivado por amigos, lançou o site para desmistificar a ideia de que metrópoles são apenas concreto e aridez, além de incentivar a população a frequentar esses espaços.

Afinal, não é só “verde” que se pode ver nas áreas verdes – muitas delas, inclusive, oferecem várias opções de lazer, como esporte e cultura. Cada resenha conta um pouco da história do local, da infraestrutura e das atrações disponíveis para os visitantes. “Minha ideia é visitar todos os parques de São Paulo. O site já tem 112 resenhas, o que cobre, aproximadamente, 90% dos parques da cidade”, destaca.

parque-horto-florestal-playground
Parque Estadual Alberto Löfgren

Guedes tem planos ambiciosos para ampliar o trabalho. No ano passado, durante a Copa do Mundo, realizou o projeto Territórios da Cultura, com o apoio do Ministério da Cultura, que tinha como objetivo divulgar atividades dos parques urbanos de São Paulo. Agora, ele pensa em aumentar a cobertura do website, com a ajuda de colaboradores apaixonados por áreas verdes, e em desenvolver um aplicativo para celular que ajude o usuário a localizar parques próximos. “Para fazer isso acontecer, o Áreas Verdes das Cidades vai precisar de patrocínio”, disse.

Abaixo, veja um dos vídeos produzidos por Guedes:

Continua após a publicidade

Normalmente, tem novidade a cada 15 dias, então, fique de olho no site, e aproveite para acompanhar os perfis do projeto no Facebook, no Google+ e no YouTube! Fica o convite para você conhecer – e se deleitar com – as áreas verdes da sua cidade! Não se esqueça de contar para a gente a sua experiência aqui nos comentários. :)

parque-horto-florestal-ilha-no-lago-com-arvores
Parque Estadual Alberto Löfgren

parque-ibirapuera-lago-arvores-lazer
Parque Ibirapuera

parque-horto-florestal-grande-lago
Parque Estadual Alberto Löfgren

Fotos: Antonio Guedes/Áreas Verdes das Cidades

Leia também:
Parque reciclado flutuante limpa lixo plástico do rio, nos Países Baixos
Nova York quer parque subterrâneo em estação de metrô abandonada
A felicidade mora na praça ao lado

Publicidade