Clique e assine a partir de 8,90/mês

7 coisas que você deveria saber sobre Ada Lovelace

Por Luíza Antunes - Atualizado em 9 out 2018, 12h35 - Publicado em 6 mar 2014, 19h45

Em 2012, o jornal  The New York Times publicou um estudo da Universidade de Yale que revelou como universidades e empresas favoreciam os estudantes homens em detrimento das suas colegas mulheres em processos seletivos. Não é segredo ou novidade para ninguém que as mulheres na ciência são desvalorizadas, recebem menores salários e têm dificuldade de conseguir bons empregos. Por isso, desde 2009 é celebrado o Dia de Ada Lovelace, em homenagem à primeira programadora do mundo. Conheça mais sobre essa pioneira que é exemplo para tantas mulheres.

1. A primeira programadora do mundo

Ada Lovelace

Em 1843, Ada Lovelace traduziu os trabalhos do matemático Charles Babbage, que inventou o primeiro computador genérico, chamado de Analytic Machine. Assim, ela percebeu que a máquina seria capaz de muito mais coisas do que seu criador havia imaginado. As notas deixadas por Ada no texto têm mais conteúdo do que a tradução em si. Nessas anotações, ela criou um algoritmo que poderia fazer com que a Analytical Machine computasse uma série de números complexos, conhecidos como princípio de Bernoulli. Em outras palavras: Lovelace escreveu o primeiro programa de computador do mundo.

Continua após a publicidade

2. Filha do poeta Lord Byron

Lord Byron é considerado um dos maiores poetas da língua inglesa e Ada Lovelace é a sua única filha legítima. Ele se separou da mãe de Ada, Anne Isabella Byron, quando a menina tinha pouco mais de um mês de vida, em 1815. Lord Byron morreu aos 36 anos e teve pouco contato com sua filha. Apesar disso, pouco antes de Ada morrer, com a mesma idade, de câncer de útero, pediu para ser enterrada próximo ao pai, numa igreja em Nottingham, na Inglaterra.

3. Educação privilegiada

Miniature_of_Ada_Byron

Continua após a publicidade

A mãe de Ada, Annabella, era grande estudiosa da matemática. Ela fez com que sua filha se dedicasse à ciência desde muito jovem. Esse tipo de educação era muito incomum para mulheres na época. O objetivo de Annabella era garantir que a filha focasse nos números e não seguisse a carreira poética de Byron, o que considerava insano. Um dos mentores de Ada Lovelace foi Augustus De Morgan, o primeiro professor de matemática na Universidade de Londres. Essa mesma universidade foi a primeira na Inglaterra a permitir que mulheres se graduassem. Mas isso só aconteceu em 1878, 26 anos após a morte de Ada.

4. Ciência poética

lovelace-compu

Apesar dos esforços de sua mãe, a poesia estava no sangue de Ada, que não conseguiu se afastar totalmente do seu lado artístico. Os números e a matemática eram sua forma de expressar a poesia. Ela chegou a escrever para sua mãe: “Se você não pode me dar poesia, poderia me dar ciência poética?”.

Continua após a publicidade

5. Personalidade excêntrica – ou “à frente do seu tempo”

Ada se casou e teve três filhos. Ao mesmo tempo que investia nos seus estudos da matemática, Lovelace também tinha costumes bastante incomuns para mulheres da sua época: gostava de beber e jogar. Ela inclusive tentou criar uma fórmula matemática para garantir seu sucesso no mercado de apostas. A iniciativa não deu muito certo e deixou Ada financeiramente quebrada. Ela também se envolveu em escândalos porque não era exatamente fiel ao marido.

6. Ela não foi reconhecida no seu tempo

lovelace

Continua após a publicidade

Apesar de ter sido elogiada por colegas próximos, o reconhecimento do pioneirismo de Ada com programação só veio quase um século depois de sua morte. Isso foi quando Alan Turing, um matemático e cientista da computação renomado, fez referência ao trabalho dela.

7. Tudo sobre seu nome

Seu nome de nascimento é Augusta Ada Byron. Quando se casou, em 1835, passou a ser Augusta Ada King – seu marido era o Barão Willian King. Três anos depois, ele se tornou o Conde de Lovelace e Ada também ganhou o título, passando a ser a Condessa de Lovelace. O seu amigo e mentor Babbage a apelidou de “Feiticeira dos Números”.

8260178369_a8ee318061_z

Continua após a publicidade

Em 1979, o departamento de defesa dos Estados Unidos nomeou um código de linguagem como “Ada”, em sua honra. Em 2009, foi criado o Ada Lovelace Day, comemorado na segunda terça-feira de outubro, para incentivar mulheres na ciência. Ela também ganhou um doodle comemorativo no dia 10 de dezembro de 2012, data de seu aniversário.

Publicidade