GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Dica TdF – Quero Matar Hitler

Imagem: divulgação (Ediouro)

O nazismo foi uma marca na história da humanidade. Talvez nenhum outro regime seja mais conhecido que ele. Mais do que imagens, coisas como a suástica e a saudação nazista com o braço levantado são marcas e memórias de um regime brutal e totalitário que, durante seu governo, executou ao menos sete milhões de civis, entre judeus, ciganos, eslavos e inválidos.

Diante disso, muitos se perguntam: os alemães sabiam das atrocidades promovidas pelos nazistas? Se sabiam, se opuseram ao regime? Alguém se arriscou a tentar eliminar o Partido Nazista e evitar mais mortes?

Para responder essas e outras perguntas, o historiador Roger Moorhouse nos traz o livro Quero Matar Hitler – uma investigação completa sobre todas as conspirações para assassinar o ditador que enganou a morte (Ediouro, 400 pgs., R$ 54,90).  Tomando como plano de fundo a situação socioeconômica e política da Alemanha na época do regime nazista, o livro apresenta, com descrições ricas em detalhes, relatos de algumas das 42 empreitadas para assassinar Hitler e a cúpula do Partido Nazista.

Entre os candidatos, estão: um noviço suíço, para o qual matar Hitler seria a vontade de Deus, os russos, movidos pelo misto de loucura e paixão de Stálin, os ingleses desastrados, os ultranacionalistas do Wehrmatch, o Exército Alemão ( dentre os quais Claus Von Stauffenberg, único dos conspiradores cujo nome é reconhecido, em grande parte por causa do estrondoso sucesso do filme Operação Valquíria) e até um discípulo do Führer, Albert Speer.

Junto com essas histórias, que justificam o título, Moorhouse descreve, baseado em fontes que estavam inseridas na cúpula do Partido, como se formaram as SS, quais foram as manobras políticas utilizadas por Hitler para subjugar a Europa, os detalhes da vida pessoal do líder e outras curiosidades.

Além de valer a pena como obra, Quero Matar Hitler nos mostra que alguns tentaram resistir contra o regime tirânico e que devemos cuidar para que tudo isso nunca se repita. Ah, e para quem curte saber sobre a Segunda Guerra, recomendo também um filme alemão chamado A Queda- As Últimas Horas de Hitler, sobre o fim do regime e o destino dos líderes nazistas, e o livro Futebol e Guerra, sobre as atrocidades cometidas pelos alemães na Ucrânia, baseado na história de um time de futebol.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s