Clique e Assine por apenas 8,90/mês

Clarividência – Paranormais de negócios

Na era da informação, ver coisas que estão rolando a quilômetros de você não é apenas um dom. É um diferencial de mercado

Por Da Redação - Atualizado em 31 out 2016, 18h52 - Publicado em 29 Maio 2012, 22h00

JOSEPH MCMONEAGLE: DE ESPIÃO A CONSULTOR

• O AMERICANO JOSEPH MCMONEAGLE, de 65 anos, revelou-se como clarividente altamente respeitável ao manter 75% de acerto nos testes do projeto Stargate. Esse programa ultrassecreto de “espionagem paranormal” do governo americano funcionou dos anos 70 até 1995 e consumiu US$ 20 milhões.

• EM 1979, indagado sobre o que os soviéticos escondiam num galpão misterioso (a pelo menos 7 mil quilômetros dos EUA), ele afirmou que era um submarino em construção – algo pouco provável, já que o galpão ficava distante da costa russa em mais de 1 quilômetro. Disse ainda que a embarcação seria levada ao mar meses depois por um túnel. E tudo isso foi comprovado por satélite, no tempo exato em que ele previu.

• HOJE, MCMONEAGLE É CONSULTOR de “inteligência intuitiva” em Nellysford, na Virgínia. Sua hora custa US$ 200, e suas visões remotas prometem ajudar a localizar pessoas desaparecidas e tesouros perdidos, prospectar novos negócios e aconselhar investimentos. Ele não contribui com espionagem, apostas ou invasão de privacidade.

Continua após a publicidade

 

NOREEN RENIER: DETETIVE VIDENTE

• UM ANEL, UMA ESCOVA DE DENTE, um par de sapatos… Pequenos objetos são tudo o que a americana Noreen Renier precisa para captar informações sobre a vítima de um crime e descobrir seu paradeiro. Ela diz já ter resolvido mais de 600 casos policiais, entre homicídios, desaparecimentos e sequestros, especialmente em parceria com a polícia da Flórida.

• RENIER, TAMBÉM MORADORA do estado americano da Virgínia, costuma dizer que seus serviços de detetive paranormal devem ser contratados apenas quando os métodos de investigação convencional já foram esgotados. A consulta custa US$ 1 000.

Continua após a publicidade

• EM PALESTRA AO FBI, em 1981, Renier previu o atentado a tiros contra o então presidente Ronald Reagan, ocorrido meses depois.

 

ED DAMES: ESTRATÉGIA PARANORMAL

• TRABALHANDO NA INTELIGÊNCIA do exército americano, o major Ed Dames usava sua clarividência para localizar reféns, sequestrados e terroristas. Ele contava com a ajuda de mapas, fotografias dos lugares suspeitos e desenhos que fazia com base em suas visões remotas.

Continua após a publicidade

• APOSENTADO, ABRIU SEU PRÓPRIO negócio e vende desde cursos rápidos de clarividência (numa caixa com 4 DVDs) até aconselhamento financeiro para superar momentos de crise. Tudo supostamente baseado nos métodos secretos que a CIA e o exército usavam no projeto Stargate.

• SUA VISÃO MAIS FAMOSA foi a localização do corpo do milionário Steve Fossett, desaparecido em 2007 quando pilotava um avião. Dames afirmou que os destroços estariam nas montanhas de Sierra Nevada, na Califórnia. Um ano depois, o local exato do acidente foi descoberto, a 130 quilômetros dali.

 

CLARIVIDÊNCIA À PROVA

Continua após a publicidade

Pesquisadores brasileiros resolveram testar a percepção extrassensorial de 6 pessoas ditas sensitivas. Para isso, 100 pacientes do Hospital Universitário de Brasília ficaram 10 minutos numa sala com um dos videntes, sem poder falar nem dar pistas de seu estado de saúde. O sensitivo cravava o diagnóstico: “problema no coração, ventrículo esquerdo”, ou “doença genética”. Mas os videntes não acertaram mais do que pessoas comuns acertariam na sorte. Esperava-se mais de 5 diagnósticos precisos em 100 tentativas para considerá-los fora do comum, mas os acertos foram de 3 a 5 em 100.

Publicidade