Clique e Assine SUPER por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Conheça a missão da Blue Origin que levará brasileiro ao espaço

O engenheiro Victor Correa Hespanha foi sorteado para embarcar em voo suborbital que vai acontecer neste sábado (04) com outras cinco pessoas.

Por Luisa Costa
3 jun 2022, 17h19

Um morador de Belo Horizonte (MG) está prestes a se tornar o primeiro brasileiro a participar do turismo espacial, a bordo de um voo da empresa americana Blue Origin. Como ele conseguiu esse feito? Ganhando um sorteio.

O engenheiro Victor Correa Hespanha, de 28 anos, é o sortudo que embarcará em uma espaçonave neste sábado (4). Ele desembolsou cerca de R$ 4 mil comprando um NFT (“token não-fungível”) pela primeira vez com a empresa Crypto Space Agency (CSA), que patrocina um dos assentos da viagem. (Entenda nesta matéria da Super o que são NFTs.)

A missão da CSA seria unir a tecnologia da indústria espacial com o mercado de criptomoedas para “acelerar o futuro espacial da humanidade”. A empresa colocou mais de 5,5 mil NFTs à venda em abril, afirmando que um dos compradores teria a oportunidade de viajar ao espaço com a empresa do bilionário Jeff Bezos – também fundador e CEO da Amazon.

A espaçonave New Shepard está programada para decolar às 10 horas da manhã (horário de Brasília) a partir do Launch Site One da Blue Origin – plataforma de lançamento localizada a cerca de 40 quilômetros da cidade de Van Horn, no Texas (Estados Unidos). A missão, chamada NS-21, será a quinta tripulada da empresa.

Como será o voo

Continua após a publicidade

A tripulação da NS-21 fará uma visita rápida ao espaço. O voo de condução autônoma vai durar 10 minutos, e o foguete alcançará uma altitude de cerca de 100 quilômetros, a uma velocidade de 3,7 mil km/h. (Para comparar, um avião comercial comum voa a aproximadamente 10 km de altitude e a 850 km/h.)

Assim que os passageiros alcançarem o espaço, o módulo da nave vai cair em queda livre de volta à Terra, chegando ao solo com a ajuda de um paraquedas. Durante esse período, a tripulação vai experimentar a sensação de microgravidade, flutuando na espaçonave.

O voo realizado pela Blue Origin é chamado suborbital: ele tem velocidade relativamente baixa e insuficiente para orbitar o planeta. Para que isso ocorresse, seria necessário atingir uma velocidade muito maior – cerca de 28 mil km/h para orbitar a 200 km de altitude, por exemplo.

Isso porque objetos em órbita ao redor da Terra, como a Estação Espacial Internacional (ISS, na sigla em inglês), não fazem nada mais do que cair continuamente ao redor do planeta. Eles são lançados para o espaço a uma velocidade tão alta que a curvatura de sua trajetória fica semelhante à da Terra. (Você pode entender mais sobre voos suborbitais nesta matéria da Super.)

Originalmente, a missão NS-21 aconteceria em 20 de maio, mas foi adiada depois que a Blue Origin encontrou problemas nos sistemas de backup do foguete.

Continua após a publicidade

Quem são os tripulantes

Victor viajará ao espaço junto a outras cinco pessoas: Evan Dick, engenheiro e investidor; Katya Echazarreta, ex-chefe de testes da Nasa; Hamish Harding, piloto de jatos executivos e presidente da empresa de aviação Action Aviation; Jaison Robinson, empresário; e Victor Vescovo, também empresário.

Montagem com retratos dos tripulantes.
(Blue Origin/Divulgação)

Victor se tornará o primeiro brasileiro a embarcar na onda do turismo espacial, mas também será o segundo brasileiro a voar para o espaço. O primeiro foi Marcos Pontes, astronauta e ex-ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações. Ele visitou a Estação Espacial Internacional (ISS, na sigla em inglês), em 2006.

Katya Echazarretas, que nasceu no México e se mudou para os Estados Unidos quando tinha 7 anos, também vai entrar para a história. Ela se tornará a primeira mexicana e a mais jovem americana a voar para o espaço.

Continua após a publicidade
Compartilhe essa matéria via:
Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Super impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 14,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.