GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Curativo mutante

Bandagem dá uma de médico: muda de cor para avisar se o machucado está infeccionado e precisa de mais cuidados.

Dentro de pouco tempo, quando você fizer um machucado no dedão e colocar uma bandagem, vai saber na hora se o corte está infeccionado e qual o tipo de bactéria presente nele graças à cor que o curativo adquirir. Isso será possível após a descoberta de dois pesquisadores da Universidade de Rochester, Benjamim Miller e Philippe Fauchet. A dupla desenvolveu um sensor de germes que será agora incorporado a uma atadura para criar o que já chamam de “curativo inteligente”. Quando determinados tipos de bactéria são detectados, o curativo muda de cor e alerta sobre uma possível infecção. Providenciando um diagnóstico instantâneo, a tecnologia pode mostrar na hora se aquela feridinha precisa ou não de cuidados especiais. O sensor, que é do tamanho de um grão de areia, por enquanto só pode detectar a presença de duas classes de bactérias. Mas Miller não estacionou seus estudos: pretende criar agora um sensor que diferencie dúzias de microorganismos.

Colocados dentro de bandagens flexíveis, a bactéria presente no machucado será imediatamente identificada de acordo com a cor que adquirir: salmonella, listeria, E. coli, entre outras, poderão ser listadas. O sistema de identificação deve ter aplicações ainda mais abrangentes. Além do “curativo inteligente”, o sensor poderá fazer parte da “embalagem inteligente”, para identificar a presença de microorganismos causadores de doenças em alimentos nas prateleiras de supermercados.