Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Espiral misteriosa no céu do Havaí era, na verdade, um foguete da SpaceX

A imagem foi capturada no último domingo (17) pelo Telescópio Subaru. O foguete faz parte de uma missão confidencial. Assista ao vídeo.

Por Maria Clara Rossini 20 abr 2022, 14h57

Na noite do último domingo, o céu do Havaí foi preenchido por uma espiral branca digna de filme de ficção científica. O fenômeno foi capturado pelo Telescópio Subaru, que pertence ao Observatório Astronômico Nacional do Japão, mas fica localizado no Observatório de Mauna Kea, na ilha americana. Veja o vídeo abaixo.

A explicação, no entanto, não tem nada de ficção: trata-se de uma parte do foguete Falcon 9 produzido pela SpaceX, empresa de Elon Musk. Ele havia sido lançado horas antes na Base de Força Espacial Vandenberg, na Califórnia. O foguete carregava a espaçonave NROL-85, que faz parte da missão de lançamento de um satélite para o ​​Escritório Nacional de Reconhecimento dos Estados Unidos A imagem foi capturada no último domingo (17) pelo Telescópio Subaru. O foguete faz parte de uma missão confidencial. Assista ao vídeo.(NRO, na sigla em inglês).

A atividade da espaçonave e a carga que ela carrega são confidenciais. A SpaceX transmitiu o lançamento ao vivo, mas logo depois interrompeu a transmissão, a pedido do NRO. Esse costuma ser o protocolo para esse tipo de missão.

Parte do foguete Falcon 9 é reutilizável. O primeiro estágio faz uma manobra no ar, pousa em uma plataforma marítima no Oceano Pacífico e pode ser utilizado novamente em outras missões. Veja a aterrissagem do foguete abaixo.

Já a parte superior do foguete, que coloca o satélite ou cápsula em órbita, queima ao reentrar na atmosfera. É ele que apareceu no céu do Havaí. O vídeo mostra a espiral característica causada pela reentrada na atmosfera, antes de o foguete cair no mar.

Uma das câmeras do telescópio é a Subaru-Asahi Sky Camera, operada em parceria com o jornal japonês Asahi-Shimbun. Ela faz parte de um projeto que filma o céu noturno todos os dias, e por isso captou a “morte” do foguete.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Transforme sua curiosidade em conhecimento. Assine a Super e continue lendo

Impressa + Digital

Plano completo da Super. Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da SUPER, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Receba mensalmente a SUPER impressa mais acesso imediato às edições digitais no App SUPER, para celular e tablet.

a partir de R$ 12,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

App SUPER para celular e tablet, atualizado mensalmente.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)