Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Matança ultravioleta

Por Da Redação Atualizado em 31 out 2016, 18h38 - Publicado em 26 jul 2009, 22h00

Ninguém sabe por quê, mas algumas espécies de anfíbios parecem em acelerada marcha para a extinção. Uma nova sugestão é que os animais estão sendo mortos por raios ultravioleta do Sol. Essa radiação estaria se tornando mais intensa, nos últimos anos, devido à destruição da protetora camada de ozônio na alta atmosfera. “A procriação dos anfíbios está severamente ameaçada, pois seus ovos não suportam a superexposição à radiação”, dizem Andrew Blaustein e John Hays, da Universidade do Estado do Oregon, perto de Portland, nos Estados Unidos. Os mais afetados seriam o sapo Bufo boreas, a rã Rana cascadae e a perereca Hyla regilla. Os cientistas dizem que, normalmente, uma enzima chamada fotoliase repara qualquer dano causado ao DNA dos embriões de anfíbios. Isso não ocorre sob altas doses de radiação. “Mesmo os embriões sobreviventes tornam-se anfíbios pouco saudáveis”, afirma Hays.

Publicidade