GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

O primeiro átomo de antimatéria

Antimatéria é criada aos montes, todos os dias, em laboratórios de Física do mundo inteiro. São partículas subatômicas, como o próton ou o elétron. Mas até o ano passado ninguém havia conseguido produzir um antiátomo inteiro, reunindo prótons e elétrons. O primeiro (um antihidrogênio contendo apenas um antipróton e um antielétron) foi criado em setembro pelos físicos do Cern, Centro Europeu de Pesquisas Nucleares, em Genebra, na Suiça. Antimatéria é coisa muito simples: um antipróton é apenas um próton com carga elétrica negativa, enquanto os normais têm carga positiva. O antielétron tem carga positiva e os normais, negativas. Só não há antimatéria na natureza, hoje, porque átomos e antiátomos se aniquilam ao se encontrar. No início do universo toda a antimatéria foi aniquilada dessa maneira. Tudo o que existe é sobra dessa hecatombe primordial. Nesta foto, o percurso do átomo de matéria está em verde e o de antimatéria, em vermelho.