Clique e Assine SUPER por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

O que é o QI?

Abaixo dos 55 identificam-se portadores de deficiência intelectual e, no extremo oposto, estão os superdotados.

Por Guilherme Sierra
Atualizado em 22 ago 2017, 18h22 - Publicado em 31 mar 2003, 22h00

O quociente de inteligência, ou simplesmente QI, é o mais tradicional sistema de perguntas e respostas utilizado para avaliar a capacidade de raciocínio de uma pessoa. O teste foi criado na França, em 1904, pelo psicólogo Alfred Binet e seu assistente Theodore Simon. O objetivo era ajudar o então Ministério de Instrução Pública francês a dar uma educação adequada às crianças com deficiencia intelectual – identificando em que classes elas deviam estudar. Mas foi somente quando o psicólogo norte-americano Lewis Terman aperfeiçoou o teste, em 1916, que o QI virou uma espécie de padrão mundial de teste de inteligência. Geralmente, as pontuações finais do teste variam de 55 a 145. O QI médio gira na casa dos 100 pontos. Abaixo dos 55 identificam-se portadores de transtornos e, no extremo oposto, estão os superdotados.

As perguntas procuram detectar se a pessoa é capaz de articular idéias, associar juízos e valores e resolver problemas lógico-abstratos por meio de comparação de figuras geométricas, análise de dados e cálculos. Ficam de fora disciplinas como história, biologia e o chamado “conhecimento geral”. Atualmente, os psicólogos encaram o QI como apenas mais um fator na avaliação da inteligência. “É que outros dados, como a inteligência emocional, contam muito hoje em dia”, diz o neurofisiologista Luís Eugênio Melo, da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp).

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Super impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 14,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.