Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Zíper geológico

Um novo oceano vai separar o nordeste da África

Por Da Redação Atualizado em 31 out 2016, 18h45 - Publicado em 30 jun 2006, 22h00

Aryane Cararo

No princípio, a terra tremeu. Nos 11 dias seguintes, mais 130 terremotos chacoalharam o leste da África. Mas foi no 13º dia que o gigante despertou e mostrou sua fúria. Um dos flancos do vulcão Dabbahu explodiu e uma enorme fissura rasgou o deserto. Uma fenda de 500 metros de comprimento, 60 de profundidade e até 100 metros de largura surgiu na terra. Centenas de fissuras menores se abriram paralelamente. Em várias direções, a terra abriu como um zíper e o chão afundou. No fim, uma cinza branca caiu sobre um raio de 40 quilômetros. A África começava a se dividir.

Parece profecia, mas aconteceu. Em 26 de setembro do ano passado, a região do Triângulo de Afar, no nordeste da África (veja o mapa), tremeu para dar início a um novo oceano. É que boa parte da região sofre com a movimentação de 3 placas tectônicas, responsáveis pela separação da terra, e está 100 metros abaixo do nível do mar. Para protegê-la, existem apenas as montanhas da depressão de Denakil, entre Etiópia e Eritréia, que também andam afundando. Ainda vai demorar 10 milhões de anos até que o mar Vermelho inunde a área. Quando isso acontecer, Eritréia, Djibuti e parte da Etiópia e da Somália vão virar uma ilha. “Não demorará, geologicamente, até que haja um novo oceano aqui”, diz Tim Wright, da Universidade de Oxford, Inglaterra. Os pesquisadores presenciaram o fenômeno em campo: tiveram que correr de volta ao helicóptero para não ser engolidos pela fenda que se abriu no deserto. “O que é único neste evento é que temos detectado o processo com muita antecedência e vemos como os continentes estão se separando”, diz Tim.

Tecla sapiens

Os Jargões do momento

LUDOLOGIA

Ciência que estuda videogames. Há pelo menos 5 anos, mais de 100 universidades americanas promovem pesquisas na área. Não são apenas cursos para criar novos jogos, mas estudos culturais e sociológicos sobre os games e seus efeitos.

Continua após a publicidade

TORPEDO SUICIDA

Nova modalidade de aviso de suicidas. Em vez de escrever bilhetes ou longas cartas se despedindo da família e dos amigos, envia-se uma mensagem de celular em grupo. No ano passado, 23 suicidas britânicos aderiram a essa prática segundos antes de se matarem.

DÉJÀ VU CRÔNICO

É a sensação contínua de ler frases que parecem repetidas ou de já ter vivido alguma cena. O fenômeno está sendo estudado por psicólogos da Universidade de Leeds, Inglaterra.

É a sensação contínua de ler frases que parecem repetidas ou de já ter vivido alguma cena. O fenômeno está sendo estudado por psicólogos da Universidade de Leeds, Inglaterra.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Transforme sua curiosidade em conhecimento. Assine a Super e continue lendo

Impressa + Digital

Plano completo da Super. Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da SUPER, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Receba mensalmente a SUPER impressa mais acesso imediato às edições digitais no App SUPER, para celular e tablet.

a partir de R$ 12,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

App SUPER para celular e tablet, atualizado mensalmente.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)