Assine SUPER por R$2,00/semana
Imagem Blog

Oráculo

Por aquele cara de Delfos
Ser supremo detentor de toda a sabedoria. Envie sua pergunta pelo inbox do Instagram ou para o e-mail maria.costa@abril.com.br.
Continua após publicidade

12 dias de críquete: as partidas esportivas mais longas da história

Começou no Neolítico: o jogo campeão do ranking, entre Inglaterra e África do Sul, durou mais de 40 horas, e terminou em um empate de cavaleiros.

Por Caio César Pereira, Bruno Vaiano Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 7 fev 2024, 16h08 - Publicado em 7 fev 2024, 16h07

Selecionamos as disputas mais duradouras da história de esportes que não têm (ou não tinham) limite de tempo – e costumam render muito jogo.  Sem mais delongas, a lista: 

1. Críquete
Inglaterra vs. África do Sul (1939)
43 h ao longo de 12 dias

Essa partida foi tão longa que pôs fim às partidas de críquete sem tempo pré-determinado (hoje, a duração máxima de um jogo são cinco dias, com oito horas de jogo por dia).

Ela aconteceu na cidade sul-africana de Durban em 1939, e sequer chegou a terminar: a seleção inglesa precisou largar o jogo no meio, empatado, para não perder o barco de volta para casa.

Leia mais sobre o críquete nesta matéria da edição de fevereiro de 2024 da Super que comemora a entrada do esporte para os Jogos Olímpicos a partir de 2028. 

2. Xadrez
Goran Arsovic vs. Predrag Nikolic (1989)
20 h e 15 min, sem interrupção

A partida de xadrez mais longa da história teve 269 movimentos e terminou em empate. Você pode vê-la aqui. Esse enrosco todo se deve a uma situação de fim de jogo dificilima de se calcular, em que um dos oponentes tem uma torre e um bispo, e o outro tem apenas uma torre (fora o rei e os peões remanescentes, é claro).

Continua após a publicidade

A regra da época permitia que rolassem até cem movimentos sem nenhuma captura ou movimento de peão em algumas situações específicas de fim de jogo – e essa era uma delas. Hoje, não existe mais essa mamata: o máximo, em qualquer situação, são cinquenta movimentos sem comilança de peças.

    3. Sinuca inglesa (snooker)
    Dennis Taylor vs. Steve Davis (1985)
    14 h e 50 min

    A final do Campeonato Mundial de Sinuca de 1985 aconteceu ao longo de um final de semana e não bateu apenas recordes de duração. Os momentos finais foram assistidos por 18,5 milhões de telespectadores via BBC a maior audiência da história da emissora pública britânica para uma transmissão na madrugada. 

    O norte-irlandês Dennis Taylor, que venceu o duelo, foi recebido em sua cidade natal com um desfile em carro aberto, acompanhado por 10 mil pessoas. E existe até um documentário sobre o jogo, em que os oponentes analisam os momentos finais, lance a lance.

    4. Tênis
    John Isner vs. Nicolas Mahut (2010)
    11 h e 5 min durante 3 dias

    Continua após a publicidade

    A partida que rolou na primeira rodada do Torneio de Wimbledon é a única representante do século 21 a aparecer na lista. Foram 138 games, 113 aces por um dos jogadores (Isner) e 216 aces ao todo: o maior número da história nas três estatísticas. A quadra de número 18 do complexo onde se realiza o torneio tem uma placa reconhecendo o feito.

    5. Beisebol
    Pawtucket Red Sox vs. Rochester Red Wings (1981)
    8 horas e 25 minutos durante 3 dias

    Quando o jogo começou, em 18 de abril, havia 1.740 pessoas assistindo. Quando ele foi interrompido, já no dia 19 de abril, haviam sobrado 20 espectadores (todos ganharam entradas vitalícias para o estádio). Os jogadores fizeram uma breve pausa para dormir.

    Mas veja bem: a interrupção não foi o fim do jogo. Era necessário completar mais um ciclo os chamados innings para terminá-lo de fato. Esse round final foi marcado para o dia 23 de julho, e o Partucket ganhou. 5.746 pessoas compraram ingressos para o duelo final. Casa cheia (o estádio era pequeno e a notícia se espalhou).

     

    Publicidade

    Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

    Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

    Domine o fato. Confie na fonte.

    10 grandes marcas em uma única assinatura digital

    MELHOR
    OFERTA

    Digital Completo
    Digital Completo

    Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

    a partir de R$ 2,00/semana*

    ou
    Impressa + Digital
    Impressa + Digital

    Receba Super impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

    a partir de R$ 12,90/mês

    *Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
    *Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

    PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
    Fechar

    Não vá embora sem ler essa matéria!
    Assista um anúncio e leia grátis
    CLIQUE AQUI.