GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Como melhorar seu embromation

Quer turbinar seu inglês e falar como um nativo? Tire o “livro de cima da mesa” e fuja do óbvio. Come on in.

 (Estúdio Pingado/Superinteressante)

1. brilhe na chegada e na partida

Nada de hi e hello. Chegue com how’s it going? (“como vai”) ou sup, dude? (abreviação de what’s up, dude?, “e aí, cara?”). Na saída, troque o bye bye por see ya, abreviação de see you later (“vejo você mais tarde”).

2. Fale como um nativo

Não tente traduzir o que você fala em português. Um exemplo: se você não entendeu algo, não diga I don’t understand, mas what’s that? (“como é?”). Quando você finalmente compreender, mande um got it (“peguei”).

3. Não deixe o papo morrer

Para mostrar interesse pela conversa – mesmo sem estar entendendo nada – decore frases para instigar o interlocutor a falar mais: Yeah, I’ve heard of that! (“Sim, ouvi sobre isso”); Oh, really? (“Oh, sério?”); That makes sense (“Isso faz sentido”).

4. Pronuncie melhor

No Brasil, usa-se “éééé…” antes de dar uma resposta. Substitua por um “âââ”. Também fique esperto em letras que eles comem das palavras: twenty (“vinte”), por exemplo, fala-se “tuêni” e island, pronuncia-se “áilan”.

FAST TIPS

You know (“você sabe”) e so (“então”) são ótimos para conectar frases. Funcionam como nosso “aí”.

O nosso “fala sério” pode ser substituído por come on ou no way.

Não erre mais beach e bitch: o “ea” soa como “i”. Já o “i” soa entre “e” e “i”, quase como um “ê”.

Consultoria: Gavin Roy, youtuber americano do canal Small Advantages