GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Como será o futuro?

Bruno Vieira Feijó

SIDNEY PERKOWITZ – PROFESR DE FÍSICA DA UNIVERSIDADE DE EMORY, EUA.

O homem deixará de ser o centro do Universo, como o budismo já prega, e os robôs terão um papel decisivo na sociedade e em atividades militares, sendo capazes de ler pensamentos ou receber ordens mentais de seus donos. Mesmo os humanos serão quase todos ciborgues, desaparecendo a distinção entre máquinas e povos, animado e inanimado. *

CARLOS EDUARDO YOUNG – ECONOMISTA AMBIENTAL DO INSTITUTO DE ECONOMIA INDUSTRIAL DA UFRJ.

A conservação ambiental deve prevalecer e as empresas seguirão a mesma tendência. Por simples racionalidade econômica e cobrança do Estado. Ou seja, porque será um bom negócio. Bom para quem sair primeiro “limpando” sua produção, pois se tornará mais competitivo em um mundo de regulação mais restrita e consumidores exigentes.

FAITH POPCORN – CONHECIDA COMO A “NOSTRADAMUS DO MARKETING”, DIRIGE UM INSTITUTO QUE PESQUISA TENDÊNCIAS FUTURAS.

O mapeamento genético poderá explicar por que os chimpanzés não pegam aids, artrite reumatóide ou doença de Alzheimer, nem são arrogantes como muitos humanos. Clonagem terapêutica será um termo comum. Significa a substituição e reparo de nossas células e tecidos a partir das pesquisas com células-tronco. **

*Trecho do livro Digital People: From Bionic Humans to Androids, EUA, 2004.

**Do livro Dicionário do Futuro, Brasil, 2004.