Clique e Assine SUPER por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Desigualdade social aumenta nos EUA

Americanos não ganhavam tão mal desde a década de 1970

Por Felipe Germano Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 8 mar 2024, 15h27 - Publicado em 29 dez 2015, 13h00

O sonho americano, aquele que prega que se você trabalhar duro e fizer tudo direitinho será recompensado com uma vida de riqueza, pode estar morto. É o que indicam alguns estudos realizados em 2015. De acordo com pesquisadores, os Estados Unidos está ficando cada vez mais desigual.

As pesquisas apontam que isso é uma tendência crescente. A cada ano que passa a situação da desigualdade americana só cresce. A Economic Policy Institute (EPI), uma organização sem fins lucrativos, produziu um estudo que mostra justamente isso. O trabalho aponta que em valores reais, descontando a inflação, o americano médio está ganhando pior do que na década de 1970.

Ao mesmo tempo, os mais ricos estão ainda mais ricos. Baseando-se na lista dos 400 mais ricos da Forbes, a ong Institute for Policy Estudies calculou o que significa o montante de dinheiro que esse seleto grupo detém. O top 20 da lista tem quase o equivalente a metade de toda a população norte-americana (cerca de 152 milhões de pessoas). Somando o patrimônio das 400 pessoas mais ricas dos EUA, chega-se ao equivalente à US$ 2,3 trilhões de dólares – mais do que todo o patrimônio de 36 milhões de famílias americanas.

LEIA: Os 20 mais ricos do Brasil têm tanto dinheiro quanto 17 milhões de pessoas da classe média

Mas nem tudo está piorando. O estudo da EPI também aponta que pelo menos a desigualdade salarial entre homens e mulheres tem caído nos últimos 15 anos. Os salários masculinos foram se desvalorizando ao mesmo tempo em que os femininos foram ganhando valor. Mesmo assim, o salário de um homem é em média 25% superior, nos EUA, ao de uma mulher. 

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Super impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 14,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.