GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Muitas corridas em uma

Time is Money - jogo três a seis participantes, criado por Mário Seabra e produzido pela Toyster Brinquedos Ltda.

A infância da história dos jogos é marcada pela forte presença dos chamados jogos de corrida, isto é, aqueles em que o objetivo é ser o primeiro a completar determinado percurso com uma ou mais peças. Entretanto, ao logo do tempo, eles também evoluíram e, nas últimas décadas, têm merecido variantes extremamente criativas. Hoje, o simples lançar-o-dado-e-andar foi substituído por engenhosos procedimentos que exigem reflexão dos que pretendem chegar na frente. É o caso de Time is money, em que os participantes atuam como hábeis negociadores empenhados na conquista de novas tecnologias.

Imagine participar de uma corrida na qual não há apenas uma meta mas várias e onde não basta atingi-las, mas é preciso chegar à meta certa na hora certa, porque cada uma delas vale só por um certo tempo. O tabuleiro desse jogo é um amplo quadriculado de contorno irregular. Doze casas são especiais: representam centros de pesquisa onde se desenvolvem novas tecnologias em seis áreas de ponta. Em cada um desses centros de pesquisa ocorre uma descoberta importante em períodos diferentes. Quem consegue chegar a um deles quando isso estiver ocorrendo apodera-se da nova tecnologia e passa a receber royalties dos que chegarem depois.

O primeiro a conquistar depois, das seis áreas vence a partida. A movimentação é original: um lançamento de quatro dados coloridos define o número de passos e as direções correspondentes. Movimentos diagonais também podem ser feitos compondo-se os resultados dos dados, dois a dois. A escolha é ampla e dá o que pensar. Outra característica importante é o uso que se faz do “dinheiro”. Ele não serve para definir o vencedor, como em outros jogos, mas é um recurso importante para aumentar as chances de vitória. Isso porque as regras permitem negociar tudo.

A apresentação é magnífica, destacando-se o tabuleiro dobrável e encapado, muito bem produzido. A embalagem também exibe uma qualidade cada vez mais rara no mercado brasileiro de jogos. Duas observações: o folheto de regras contém um exemplo de movimentação errado, que não chega a comprometer o entendimento, e os peões deveriam ser um pouco menores para se ajustarem ao tamanho das casas.