Clique e assine a partir de 8,90/mês

O cachorro de 155 kg – e outros recordes do mundo canino

Muito grande? Que tal então um chihuahua com menos de 10 cm?

Por Paulo Egídio - Atualizado em 21 Maio 2020, 16h28 - Publicado em 19 Maio 2020, 20h50

O departamento de polícia do Condado de Geauga, em Ohio (EUA), conta com um integrante muito especial. É a cadelinha Midge, uma mestiça de chihuahua com terrier que mede apenas 28 cm de altura. Ela trabalha com apreensões de drogas e aparece no Guinness Book como o menor cão policial do mundo. O Livro dos Recordes, aliás, está cheio de marcas relacionadas a cachorros. Conheça algumas.

Pesadão-dão

O maior peso-pesado da história dos cães foi o mastiff inglês Zorba. Nascido em 1981, o bichão chegou a pesar 155 kg quando tinha 8 anos. Para se ter uma ideia, um labrador macho pesa por volta de 30 kg quando adulto. Ou seja, na balança, o mastiff valia por cinco labradores. A raça é conhecida por gerar cachorros grandalhões mesmo, mas os machos ficam em torno de 95 kg. Zorbão é que era bom de garfo e saiu bastante da curva. Ele também foi considerado o cachorro mais longo do mundo, com 2,51 m de comprimento do nariz até a ponta da cauda. É mais ou menos a extensão de um carro compacto de dois lugares.

Saltadores – Em 2017, O galgo Feather deu o salto mais alto já registrado: 1m91cm. Já o labrador Taz e o galgo Cochiti têm a marca do salto mais longo: 9,44 m. Cris Kashima/Superinteressante
ZOREIA – O bloodhound Tigger, de Illinois (EUA), morto em 2009, foi o cão mais orelhudo de todos. As medidas: 34,9 cm na direita e 34,2 cm na esquerda. Cris Kashima/Superinteressante
RABICÓ – O lebrel irlandês Keon entrou para o Guinness por possuir o maior rabo canino. A sua cauda mede 76,8 cm, quase o tamanho de um espeto de churrasco. Cris Kashima/Superinteressante

Vovôs australianos

Deve haver algo especial na ração servida no Estado de Victoria, na Austrália. Isso porque os dois cães mais longevos da história foram registrados lá. O recordista oficial é o boiadeiro australiano Bluey, que viveu 29 anos, 5 meses e 7 dias. Ele nasceu em 1910 e trabalhou mais de 20 anos como cão-pastor, ajudando a organizar a criação de ovelhas e bois de uma fazenda. Bluey morreu em 1939 e só foi superado, recentemente, pela kelpie australiano Maggie. A cadelinha fez a alegria da família do produtor de leite Brian McLaren por 30 anos, de 1986 até 2016. Entretanto, a marca da vovó Maggie não pôde ser oficializada, pois seu dono perdeu os documentos comprobatórios.

VALE OURO – Em 2011, um milionário chinês pagou 10 milhões de yuans (R$ 4,8 milhões) pelo mastim tibetano Big Splash, o cão mais caro da história. Cris Kashima/Superinteressante
LINGUARUDO – O boxer Brandy, morto em 2002, tinha a maior língua já vista em um cão, com 43 cm. A atual recordista é Mochi. O linguão dessa são-bernardo tem 18,58 cm. Cris Kashima/Superinteressante
NO TALO – O latido mais alto bateu 113,1 decibéis e foi emitido pelo golden retriever Charlie, da Austrália. É quase o volume de uma caixa de som em um show de rock. Cris Kashima/Superinteressante

Dogues gigantes

O panteão dos cães mais altos de todos os tempos é ocupado pelo dogue alemão Zeus, que chegou a 1,11 m sobre quatro patas, medindo-se do chão até o dorso, sem contar a cabeça. É mais do que a maioria dos pôneis alcança em estatura – e aproximadamente o tamanho de uma criança de 6 anos. Zeus vivia em Michigan (EUA) e faleceu em 2014, quando tinha 5 anos. Atualmente, outro dogue alemão, Freddy, aparece no Guinness como o maior cão vivo, medindo 1,04 m. Apoiado em duas patas, o brutamontes chega a 2,25 m de altura. Quase o tamanho de uma porta.

Continua após a publicidade
Grandalhões: a média de altura de um dogue alemão fica em torno de 80 cm. Compassionate Eye Foundation/Getty Images
HABILIDOSO – O border collie Hero apresentou 49 truques diferentes em apenas um minuto, durante um programa de TV dos EUA, em 2018. Jamais um cão havia sido tão rápido. Cris Kashima/Superinteressante
CÃOSAMENTO – O maior casamento canino foi realizado no dia 19 de maio de 2007, em Littleton, no Colorado (EUA), quando 178 casais de peludos juntaram os trapinhos. Cris Kashima/Superinteressante

A pequena Milagre

A chihuahua Miracle Milly é o cão mais baixo do mundo, com 9,65 cm de altura. Isso equivale ao tamanho de uma caneca de café. A pequerrucha tem 7 anos e mora na Flórida (EUA). Ela pesa apenas 450 gramas. Essa coisinha detém outro recorde: é o chihuahua mais clonado do mundo. Até julho de 2018, a Sooam Biotech, da Coreia do Sul, já havia feito 49 cópias de Milly.

O menor cão registrado na história, entretanto, foi um yorkshire que viveu em Blackburn, na Inglaterra. O baixote media 9,5 cm e morreu em 1945. Em termos de comprimento, o primeiro lugar do Guinness fica com a chihuahua Brandy, que tem 15,2 cm do nariz à ponta da cauda. É o tamanho de uma caneta esferográfica.

Publicidade