Clique e Assine por apenas 8,90/mês

Rochas basálticas e sedimentares: Cadê o lobo?

Por Da Redação - Atualizado em 31 out 2016, 18h48 - Publicado em 30 abr 2004, 22h00

Um cabrito-montês faz uma parada em um paredão do Grande Cânion do rio Stikine, no Canadá. Os paredões, de rochas basálticas e sedimentares, se elevam a 300 metros de altura das margens e seguem o rio por mais de 100 quilômetros. Por meio de rotas que sobem e descem os paredões em espirais, os cabritos alcançam lugares inacessíveis para os lobos da região.

Publicidade