Clique e Assine por apenas 8,90/mês

7 documentários para enxergar o mundo além da Covid-19

Da culinária ao esporte, do cinema ao sexo, sete histórias reais para desligar um pouco a cabeça das notícias.

Por Rafael Battaglia - Atualizado em 1 Maio 2020, 19h13 - Publicado em 1 Maio 2020, 18h57

A crise de Covid-19 continua – e parece que nenhum lugar nos deixa esquecer isso. Olhe ao seu redor: jornais, redes sociais…O coronavírus dá as caras até no streaming, onde séries e músicas relacionadas de alguma forma à pandemia e isolamento estão em alta.

O assunto, claro, é sério, e merece todas as atenções. Mas psicólogos e especialistas vêm dizendo o quão importante também é saber a hora de desligar o radar para as notícias – um alívio para a nossa saúde mental, evitando ansiedade ou qualquer tipo de problema que o confinamento pode trazer.

O objetivo aqui é justamente ajudar você a se distrair com boas histórias reais. Ficções também são ótimas aliadas,  mas resolvemos dar um passo a mais: da culinária ao esporte, do cinema ao sexo, sete opções de documentários que mostram que o mundo vai muito além da pandemia.

Arremesso Final

Netflix/Divulgação

Onde? Netflix

Continua após a publicidade

Se você abriu o catálogo da Netflix recentemente, é provável que tenha se deparado com essa série documental entre os destaques. Não à toa: a produção reconta a trajetória de Michael Jordan e o Chicago Bulls, que nos anos 1990 conquistaram seis títulos da NBA.

Continua após a publicidade

Sob o comando do técnico Phil Jackson, Jordan e outras estrelas, como Scottie Pippen e Dennis Rodman, formaram o que muitos consideram uma das melhores equipes de todos os tempos – não só do basquete, mas do esporte em geral.

Arremesso Final foca na temporada de 1997-1998, e reúne uma série de vídeos de bastidores que, até então, nunca havia sido exibida. Além disso, a produção possui dezenas de entrevistas, que servem para contar a história completa de Jordan e seus companheiros de time. Material de primeira.

Dica: se você gostou da série, vale a pena dar uma olhada em um mini-documentário da ESPN sobre o Detroit Pistons, outro time da época e que rivalizava com os Bulls.

Super Size Me 2

Netflix/Divulgação

Onde? Amazon Prime Video

O primeiro filme, Super Size Me, de 2004, já virou um clássico: o cineasta Morgan Spurlock se propõe a comer apenas McDonald`s, em todas as refeições, durante um mês. Em meio a essa jornada nada saudável, Morgan expôs os podres da indústria de fast-food.

Continua após a publicidade

13 anos depois, em 2017, veio a continuação. Desta vez, o diretor foi além, e narrou a abertura da sua própria lanchonete. Com humor ácido e muita ironia, ele analisa cada etapa da cadeia, da engenharia genética para criar super frangos aos truques de marketing na hora de vender comidas “saudáveis”. As duas obras estão no catálogo do Prime Video.

Jiro Dreams of Sushi

Netflix/Divulgação

Onde? Netflix

Continua após a publicidade

Jiro Dreams of Sushi é frequentemente colocado nas listas de melhores documentários dos últimos anos. O filme acompanha a vida de Jiro Ono, um senhor de 85 anos que comanda um premiado restaurante de sushi em Tóquio.

O Sukiyabashi Jiro é minúsculo, mas ostenta três estrelas no Guia Michelin – a avaliação mais alta que um restaurante pode receber. O filme mostra também a relação de Jiro com seus dois filhos, que também são sushi chefs. Uma história interessante sobre família, memória e legado.

Five Came Back

Continua após a publicidade
Netflix/Divulgação

Onde? Netflix

Continua após a publicidade

Na época da Segunda Guerra Mundial, cinco grandes diretores de cinema dos EUA viajaram até a Europa para retratar, em vídeo, o que estava acontecendo no front de batalha.

As imagens que John Ford, Frank Capra, William Wyler, John Huston, e George Stevens captaram se tornaram registros valiosos daquele período. A série traz, ainda, cinco novos diretores para comentar esse episódio: Steven Spielberg, Guillermo del Toro, Paul Greengrass, Francis Ford Coppola e Lawrence Kasdan.

Quer mais um motivo para ver? A narração é da atriz Meryl Streep, que recebeu um Emmy pela sua perfomance – sim, existe um Emmy para narração.

Quincy

Quincy Jones archive/Reprodução

Onde? Netflix

Continua após a publicidade

Pense em alguém que trabalhou por anos ao lado de Michael Jackson, concebeu uma das músicas mais famosas de todos os tempos (We Are Te World), colaborou com dezenas de outros artistas, como Ray Charles, Count Basie e Duke Ellington – e se envolveu até na série Um Maluco no Pedaço.

Esse cara é Quincy Jones, uma das figuras mais emblemáticas da música do século 20. A vida do músico, empresário e produtor é retratada com maestria nesse documentário da Netflix.

Explicando…O Sexo

Netflix/Divulgação

Onde? Netflix

Continua após a publicidade

A série Explicando, feita em parceria com o portal Vox, é um dos maiores acertos da Netflix: vídeos de 20 minutos que, recheados de infográficos e animações, destrincham qualquer tipo de assunto, de desigualdade social ao críquete.

Explicando…O Sexo é um especial em cinco episódio sobre o mais universal dos assuntos não-discutidos. Fala sobre fertilidade, controle de natalidade e a ciência por trás da atração e das fantasias sexuais.

Continua após a publicidade

Edifício Master

Netflix/Divulgação

Onde? Looke, YouTube

O representante brasileiro da lista foi lançado em 2002 por Eduardo Coutinho, considerado um dos maiores documentaristas da história do país. O documentário narra o cotidiano de dezenas de moradores do prédio que dá nome ao filme, localizado em Copacabana, no Rio de Janeiro.

Da simplicidade da ideia, saem histórias emocionantes e divertidas dos entrevistados. Uma ótima maneira de conhecer o trabalho de Coutinho, que morreu em 2014.

Publicidade