Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

A volta do voyeur

Por Da Redação Atualizado em 31 out 2016, 18h47 - Publicado em 30 set 2000, 22h00

Mariana Mello

Fala a verdade: espiar a janela do vizinho é irresistível, não é? O maior diretor de suspense da história do cinema, Alfred Hitchcock, sabia disso e apelou para o espírito voyeur do espectador no clássico Janela Indiscreta. A boa notícia é que a fita acabou de ser restaurada e reestréia dia 20 de outubro nas telonas brasileiras.

O filme conta a história de Jeffries (James Stewart), um fotógrafo que quebra a perna e fica enclausurado em seu apartamento. Sua distração passa a ser observar pela janela a intimidade dos vizinhos. A brincadeira perde a graça quando ele capta um crime na lente de sua câmera. A grande sacada de Hitchcock foi fazer do público o único cúmplice de Jeffries. Só nós vemos o que ele vê – por isso nos identificamos com o personagem.

Janela Indiscreta foi lançado em 1954. Naquele tempo, a técnica disponível exigia que todas as cópias do filme fossem feitas diretamente do negativo. Por isso, o original foi rodado 389 vezes só naquele ano. Dá para imaginar o quanto ele ficou danificado. Por isso a restauração é tão bem-vinda. Pela primeira vez vamos poder assistir aos dilemas de James Stewart sem chiados nem riscos na tela.

Continua após a publicidade
Publicidade