GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Analectos

Confúcio

NOME ORIGINAL – Lun Yu (China)
EDIÇÃO NO BRASIL – Martins Fontes; 2005


DO QUE TRATA

Com breves diálogos e anedotas, compilados após a morte de Confúcio, Analectos é um conjunto de normas de comportamento, cuja essência é o “ren”, que pode ser traduzido como “benevolência” ou “humanismo”. São um misto de religião, código de ética, ritual social e filosofia política.

QUEM ESCREVEU

Kung-Fu-Tzu (551 a.C.-479 a.C.) – Confúcio é a latinização desse nome, “Venerável Mestre Kung” – passou quase a vida inteira lecionando na China, onde nasceu. Tido por muitos como um verdadeiro santo, dizia-se um escolhido do céu com a missão de restaurar o mundo. Ambicionava um emprego no governo para colocar suas idéias em prática, tendo exercido o cargo de ministro da Justiça. Depois disso, passou 13 anos peregrinando pela China. Morreu aos 72 anos, deprimido e frustrado.

POR QUE MUDOU A HUMANIDADE

Os ensinamentos deixados por Confúcio ainda permeiam a vida política e social de quase metade das pessoas no mundo. Suas idéias influenciaram clássicos do Iluminismo no século 16 e ainda hoje estão presentes em costumes e interferem até mesmo no desempenho econômico de países como China, Japão e Coréia.