GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Confissões

Jean-Jacques Rousseau

NOME ORIGINAL_Les Confessions (França)
EDIÇÃO EM PORTUGAL_ Relógio d·Água; 1985

 


DO QUE TRATA

Crítico da hipocrisia da sociedade ocidental, Rousseau propõe, como o próprio nome do livro diz, um texto escrito com sinceridade, contando sua vida desde as mais remotas lembranças, sem louvar sua pessoa ou satisfazer a vaidade. Trata-se de uma viagem introspectiva ao universo do filósofo.

QUEM ESCREVEU

Rousseau (1712-1778) foi filósofo, escritor, teórico político e compositor, uma das figuras mais marcantes do Iluminismo francês. Autor do clássico Do Contrato Social, é comumente associado a idéias anticapitalistas e considerado um antecessor do socialismo. Em sua obra, mitificou um passado feliz e fraternal da humanidade, diante do presente desordenado e desigual do século 18. Nascido em Genebra, na Suíça, morou em Paris, onde conheceu Denis Diderot e tornou-se um dos colaboradores da Enciclopédia, escrevendo sobre música.

POR QUE MUDOU A HUMANIDADE

Resumo da vida de um dos maiores pensadores do mundo, pode-se dizer que Confissões inaugurou o gênero da autobiografia, tendo fundado a idéia moderna de verdade como sinceridade, conferindo, assim, valor à intimidade. Por seu conteúdo, o livro foi proibido nos Estados Unidos em 1929, sob acusação de ofensa à moral pública.