GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

His Dark Materials: conheça a história da nova série da HBO

A adaptação da trilogia de Philip Pullman estreou na última segunda. Não conhece? Saiba como é o universo, quem são os personagens – e o que é um "daemon".

Apesar do final controverso, Game of Thrones deixou saudades – não só para os fãs, mas também para a HBO, que desde então tem corrido para encontrar uma sucessora para a série fenômeno de audiência.

Depois de cancelar a série derivada que seria protagonizada por Naomi Watts, a HBO oficializou a produção de um novo spin-off para Game of Thrones, focado na família Targaryen. Enquanto isso, Watchmen, continuação da HQ homônima de 1986, estreou sob boas críticas no canal.

Agora, outro candidato ao posto foi apresentado ao público: His Dark Materials, que estreou na última segunda (4), é uma das principais apostas da HBO para conquistar os fãs de fantasia.

A série é baseada na série de livros de mesmo nome, escrita pelo britânico Philip Pullman nos anos 1990. No Brasil, ela foi lançada com o título “Fronteiras do Universo”. Não conhece? Talvez você se lembre do nome do primeiro volume (e que virou filme, em 2007): A Bússola de Ouro.

Feita em parceria com a BBC, a série foi anunciada no final de 2015, e conta com grandes nomes no elenco, como James McAvoy, Lin-Manuel Miranda e Ruth Wilson. A expectativa é alta: o orçamento é estimado em US$ 50 milhões, e a segunda temporada já está em produção. Dá uma olhada no trailer:

Como é o universo de His Dark Materials?

Pullman publicou A Bússola de Ouro em 1995 – na época, ele saiu com outro título, Nortern Lights. Os outros dois volumes, A Faca SutilA Luneta Âmbar, foram lançados em 1997 e 2000, respectivamente.

A história acontece em uma versão alternativa da nossa realidade, e gira em torno da universidade Jordan College, em Oxford, no Reino Unido. Ela se passa numa época que lembra a vitoriana (segunda metade do século 19), em que dirigíveis dominam os céus como um dos principais meios de transporte.

A maior força política desse universo é o Magistério. A entidade é uma espécie de união entre todas as religiões cristãs (católica, protestante, ortodoxa, etc). O órgão controla quase todos os aspectos da sociedade, desde o governo até o que pode ser ensinado nas escolas.

Outro ponto importante de His Dark Materials são os elementos mágicos. O Norte, destino dos exploradores da história, é cercado de mistérios, como bruxas, ursos polares falantes e que usam armaduras (essas criaturas recebem o nome de Panserbjørnes), e a “Poeira” (no original, “Dust”), uma misteriosa partícula que, segundo crenças antigas, é a chave para se conectar a mundos paralelos.

Há ainda os daemons, animais que, na verdade, são as personificações da alma dos seres humanos. Eles possuem uma forte ligação entre si: podem se comunicar por telepatia, compartilham os mesmos sentimentos e sensações físicas. Mas é uma via de mão dupla: se um se machucar, o mesmo acontece com o outro. Se um morrer… bem, já deu para entender.

Os daemons podem assumir a forma que quiserem durante a infância, mas assim que a pessoa chega à puberdade, ela precisa escolher um único animal, que carregará para sempre. Todo esse simbolismo, segundo Pullman, foi inspirado no quadro Dama com Arminho, de Leonardo da Vinci, e de outras pinturas do mesmo estilo: mulheres posando ao lado de um companheiro animal.

Quem são os personagens principais?

A protagonista de His Dark Materials é Lyra Belacqua, uma jovem de onze anos que cresceu no Jordan College. Órfã, ela foi criada pelos funcionários da universidade e pelo seu tio, Lord Asriel. Na série da HBO, eles são interpretados por Dafne Keen (a garotinha de Logan) e James McAvoy (Fragmentado, X-Men: Primeira Classe).

A pacata vida de Lyra vira às avessas quando seu amigo Roger desaparece. A garota, que não pôde se juntar ao tio em uma expedição para o Norte, decide aceitar o convite da Sra. Coulter (Ruth Wilson, de The Affair), uma misteriosa agente do Magistério. Juntas, elas iniciam uma viagem, na qual Lyra espera reencontrar o amigo.

Além deles, vale citar Pantalaimon, o daemon de Lyra e que já aparece no primeiro episódio da série, e os Gípcios, comunidade que vive próxima à água e sobrevive do comércio. É dentro dessa sociedade que outro desaparecimento acontece. Os sumiços de crianças, inclusive, parecem ser a trama principal da temporada.

O que esperar dos próximos episódios?

O primeiro episódio de His Dark Materials recebeu boas críticas após o seu lançamento. Ele apostou em um ritmo lento, sem dar muitos detalhes dos elementos que compõem o universo.

Apesar das pulgas atrás da orelha deixadas pelo episódio, o roteiro (apoiado por boas atuações, ambientação e efeitos especiais) te faz querer saber o que vem pela frente: explicações sobre os daemons, a Poeira e o Norte, além de explorar os pormenores do Magistério.

Esse, inclusive, é o ponto mais polêmico da obra de Pullman. As críticas tecidas pelo autor sobre os perigos das grandes (e rígidas) doutrinas e instituições teológicas fez com que algumas pessoas o tachassem como alguém contrário à fé, e que seus livros, de certa forma, incentivavam o ateísmo nas crianças.

Pullman já negou publicamente ser uma pessoa “anti-fé” – mas a crítica continua lá. Resta saber se a HBO, além de adaptar o universo fantástico de His Dark Materials, também trará tais questionamentos para a tela.