Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Playlist: 5 coisas para ler, ver e jogar em março

O cérebro masculino e feminino, as missões Apollo em tempo real, o preconceito racial nos livros didáticos, um game de celular inspirado na trigonometria - e um guia para reconhecer psicopatas no trabalho

Por Bruno Garattoni 16 mar 2021, 14h16
Capa do livro
Divulgação/Reprodução

O cérebro e os sexos

Homens têm mais “inteligência espacial” e senso de direção. Mulheres sobressaem no processamento verbal, e por isso se expressam melhor. Você já deve ter ouvido coisas assim. Não são verdade. Neste livro, a neurologista inglesa Gina Rippon derruba esses e outros mitos envolvendo diferenças entre o cérebro masculino e o feminino, e mostra como muitas vêm das experiências de vida, não da genética.

Gênero e os Nossos Cérebros. R$ 89,90.

 

Print do site.
Divulgação/Reprodução

Três Apollo em tempo real

Este site, criado por engenheiros da Nasa, reúne todos os registros (vídeo, áudio, fotos, documentos) das espaçonaves Apollo 11, 13 e 17 e os exibe de forma sincronizada: é só clicar em “play” para acompanhar as missões como se elas estivessem acontecendo agora. O site também destaca os momentos mais interessantes e inusitados, com atalhos para ir direto a eles – como a hora em que Gene Cernan, último homem a pisar na Lua, leva um belo tombo.

Apollo in Real Time. apolloinrealtime.org

 

Imagem do jogo.
Divulgação/Reprodução

A guerra dos triângulos

Continua após a publicidade

Você é um triângulo. Mora dentro de outro triângulo. Para sobreviver, tem de escapar das figuras geométricas que entram nele. Essa premissa simplória é a base de um jogo inteligente e sofisticado, com fases cada vez mais complexas: que testam os reflexos e fazem lembrar das aulas de trigonometria no colégio.

Trigono. Para iOS (US$ 3) e Android (US$ 1).

 

Capa do livro
Divulgação/Reprodução

Preconceitos na escola

Imagine um livro de português, para a 4a. série, que ataca “um criado negligente e preguiçoso”. Ou outro, usado em escolas por mais de 20 anos, que classifica a “raça branca” como “a mais bela e de mais inteligência”. Nesta obra, a pesquisadora Lara Marin analisa 21 livros didáticos do Brasil do século passado – e sua conexão com os preconceitos do país.

A Cultura nos Livros Didáticos. R$ 55.

 

Capa do livro
Divulgação/Reprodução

Os psicopatas raramente estão entre os que obtêm os melhores resultados, porque não pretendem fazer nenhum trabalho”,

escreve o sueco Thomas Erikson, autor do best-seller Cercado de Idiotas, em seu novo livro, que é sobre psicopatas no trabalho. Erikson ensina a identificá-los  (ter mais influência do que competência é um sinal típico), demonstra como agem (de que forma exploram inseguranças ou vaidades das vítimas) e explica como se defender. Tudo com exemplos práticos: nos quais você talvez reconheça situações profissionais pelas quais já passou.

Cercado de Psicopatas. R$ 59,90

Continua após a publicidade
Publicidade