GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Smithsonian estreia canal de TV no Brasil com produções nacionais sobre ciência

A grade de 24 horas – exibida na TV a cabo – também contará com programas de outros países que têm a chancela da instituição científica.

A grade de programação da televisão acaba de ficar mais recheada para quem é fã de ciência. Tudo culpa do Smithsonian, uma das maiores instituições científicas do mundo. Baseado em Washington, capital dos Estados Unidos, ele conta com um complexo de 19 museus, centros de pesquisa e de educação. A entidade é conhecida por produzir estudos em diversas áreas da ciência, mas também por divulgar e transmitir esse conhecimento em exposições, revista, redes sociais… e na televisão.

Em 2007,  foi lançado na TV americana o Smithsonian Channel, que é um sucesso por lá. “No início, o canal era assistido em 150 mil casas nos Estados Unidos, hoje atingimos 40 milhões de residências”, conta David Royle, vice-presidente executivo de programação da Smithsonian Networks, em entrevista exclusiva durante o evento Rio2C, nesta quinta-feira (25).

Desde 2013, a empresa vem expandindo a presença do canal internacionalmente – Canadá, Singapura, Reino Unido e países da América Latina já contam com versões locais do Smithsonian Channel. E, agora, o Brasil também entra nessa lista.

A partir de hoje, 26 de abril, o canal – produzido por aqui em parceria com o Grupo Bandeirantes – está disponível para assinantes da NET (canal 590). A programação será de 24 horas e contará com produções nacionais e de todos os outros países.

Entre os programas que vão ao ar no horário nobre (das 18h à meia-noite) estão Mummies Alive, que conta a história de múmias enigmáticas do mundo; Smithsonian Spotlight, que retrata, em seu primeiro episódio, os cem anos do Museu Nacional de História Natural da Smithsonian Institution; e Million Dollar American Princesses, que revela os bastidores dos casamentos entre herdeiras americanas e nobres britânicos nos séculos 19 e 20.

As primeiras produções nacionais serão sobre a biologia e os animais do Pantanal. Mas a proposta não é ser só mais um programa sobre a vida selvagem em lugares remotos do planeta. “A ideia não é fingir que é um lugar que ninguém visita, mas mostrar a beleza e a natureza da região”, conta Royle. Segundo ele, mais programas produzidos por aqui serão lançados nos próximos meses.

O prime-time do canal será dividido por temas, de acordo com cada dia da semana: na segunda-feira serão exibidos programas sobre natureza; terça, sobre ciências; quarta, aviação e exploração espacial; quinta, cultura pop; sexta, história; e sábado, museus ao redor do globo. O horário nobre do domingo (22h) será dedicado à estreia de séries especiais – a primeira está prevista para 5 de maio.

Para David Royle, as informações científicas com a chancela do Smithsonian são um diferencial. “Acredito que temos muito espaço na televisão brasileira, e que a audiência quer um canal como o nosso”.

Veja também

A seguir, saiba mais sobre alguns dos programas que vão compor a grade:

Mummies Alive

Múmia

 (Mummies Alive Productions Inc./Divulgação)

Em seis episódios, o público vai conhecer a múmia de 3 mil anos de um faraó egípcio; outra de um lendário pistoleiro do velho oeste americano; e ainda a de uma garota de 14 anos encontrada no topo de um vulcão de 7 mil metros de altura na América do Sul. No programa, os restos mortais desses e de outros personagens da nossa história são reproduzidos em imagens computadorizadas de ponta.

Estreia: 3 de maio, às 21h.

Million Dollas American Princesses

Apresentado pela atriz Elizabeth McGovern (a Cora Crawley, mãe das protagonistas em Downtown Abbey), o programa narra histórias verídicas de casamentos arranjados entre membros da aristocracia britânica e filhas de milionários americanos. Foi o caso dos pais de Winston Churchill, primeiro-ministro da Inglaterra entre 1951 e 1955, e da bisavó da princesa Diana (que são parentes distantes, vale acrescentar).

Estreia: 5 de maio, às 22h.

Epic Yelloswtone

 (Smithsonian Networks/Divulgação)

A série de quatro episódios mostra a vida selvagem e o cenário de mudanças climáticas extremas em um dos maiores parques nacionais do mundo, o Yellowstone, no norte dos Estados Unidos. O programa é apresentado pelo ator Bill Pullman e tem imagens que prometem impressionar.

Estreia: 6 de maio, às 22h.

America’s Secret Space Heroes

Em seis episódios, conhecemos os homens e as mulheres por trás do foguete Saturno V; do telescópio Hubble; do Projeto Apollo entre outros feitos dos programas espaciais americanos.

Estreia: 7 de maio, às 22h.