Clique e Assine por apenas 8,90/mês

Use, mas não destrua

Florestas: o desperdício não compensa

Por Da Redação - Atualizado em 31 out 2016, 19h00 - Publicado em 20 jul 2009, 22h00

WWF (Fundo Mundial para a Natureza), Brasília, 1994

Feita, é claro, com papel reciclado e cheia de informações e fotografias, essa singela publicação de 24 páginas do Fundo Mundial para a Natureza (WWF) conclui que é possível explorar as florestas sem destruí-las. Não sem antes explicar como elas funcionam e o que oferecem à humanidade. E alerta: 400 000 hectares (4 000 quilômetros quadrados) de matas são destruídos por semana no mundo. Ou seja, o equivalente a arrasar, em pouco mais de mês um território do tamanho do Estado de Sergipe. As conseqüências disso todos sabem: deslizamentos de terra, desertificação, assoreamento de rios e perda de biodiversidade.

Publicidade