GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

9 psicopatas marcantes do cinema

Laranja Mecânica

Direção: Stanley Kubrick
Ano: 1971
O jovem Alex deLarge (Malcolm McDowell), criação do escritor Anthony Burgess, deu outro sentido à expressão “rebelde sem causa”. Ele bebe leite, ouve Beethoven e se destaca na sua turma de amigos. Mas não é flor que se cheire. Sua maldade trouxe às telas o termo “ultraviolência”. Quando se junta ao seu bando, os droogs, Alex dá uma aula do que um psicopata agressivo pode fazer com um bastão de beisebol. Espanca um mendigo, sacaneia os próprios companheiros e massacra uma gangue rival; tudo com um sorriso de satisfação que assustaria o Iluminado de Jack Nicholson. Cena clássica: só por diversão, os droogs invadem a residência de um casal rico. Alex faz uma paródia de Cantando na Chuva enquanto destrói o lugar, espanca o dono da casa e estupra sua esposa. Ou faz “o velho entra-e-sai”, como Alex prefere dizer.

Psicopata Americano

Direção: Mary Harron
Ano: 2000
Durante o dia, um yuppie dos anos 80 vive na pele de executivo de Wall Street. Já à noite prefere matar.

O Silêncio dos Inocentes

Direção: Jonathan Demme
Ano: 1991
Hannibal Lecter (Anthony Hopkins) é manipulador, cruel, grandioso, egocêntrico e não tem um pingo de remorso. Mas um detalhe o coloca num time seletíssimo de psicopatas: Hannibal não apenas é um assassino serial como também é capaz de mastigar a carne de suas vítimas com o refinamento de quem janta num restaurante listado no guia Michelin. De uma comeu o fígado acompanhado de favas e vinho chianti.

Violência Gratuita

Direção: Michael Haneke
Ano: 1997
Família de comercial de margarina vai ao campo no fim de semana e recebe dois jovens refinados que a obrigam a jogos sádicos.

O Talentoso Ripley

Direção: Anthony Minghella
Ano: 1999
Tom Ripley (Matt Damon) é a definição da variedade parasita do psicopata. Confundido com um colega de faculdade, aproxima-se do playboy Dickie (Jude Law) e decide ter para si aquela vida boa. Acompanha o novo melhor amigo nas baladas, vira hóspede da sua casa na Itália, usa suas roupas. Quando Dickie se cansa da carrapatice, Ripley decide adotar, sem remorso, métodos mais drásticos para garantir sua mamata.

Elefante

Direção: Gus Van Sant
Ano: 2003
Gus Van Sant reproduz a rotina dos dois garotos que mataram colegas em Columbine. Um era depressivo, o outro, psicopata de marca maior.

Instinto Selvagem

Direção: Paul Verhoeven
Ano: 1992
Catherine Tramell (Sharon Stone) é uma autora de romances criminais atraente, mas manipuladora como todo bom psicopata. É investigada pelo detetive Nick (Michael Douglas), por suspeita de ter matado seu amante com um picador de gelo. Para controlar Nick, ela usa sua melhor arma: a cruzada de pernas sem calcinha.

Assassinos por Natureza

Direção: Oliver Stone
Ano: 1994
O casal Mickey e Mallory mata quem der o azar de encontrá-lo na rota 666, e fazem isso porque gostam da coisa mesmo.

Festim Diabólico

Direção: Alfred Hitchcock
Ano: 1948
Brandon Shaw (James Stewart) é o típico psicopata que não tolera monotonia. Na ausência de algo mais estimulante, ele se impõe o desafio intelectual de cometer o crime perfeito. Com a ajuda de um amigo, mata friamente um terceiro e esconde seu corpo num baú. Por que um baú? Para depois dar uma festa, servir o jantar bem em cima do presunto, como se nada tivesse acontecido, e sentir a emoção de estar no fio da navalha.