GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Bíblia da música brasileira

São biografias, discografias e curiosidades da carreira de milhares de autores, intérpretes e bandas.

Rafael Tonon

Dicionário Houaiss Ilustrado da Música Popular Brasileira

Ricardo Cravo Albin (supervisão), Paracatu, 1 176 páginas, R$ 159,90

São 5 322 verbetes reunidos em mais de 1 000 páginas. É o bastante para atestar a relevância que este livro tem para a música feita no Brasil. Das peças de Villa-Lobos às bandas punk gaúchas, do samba de Noel Rosa ao mangue beat, o primeiro dicionário voltado à nossa música popular chega com assinatura de grife: a do Instituto Antônio Houaiss. São biografias, discografias e curiosidades da carreira de milhares de autores, intérpretes e bandas.

Frase: “O rock começou a falar português com Roberto Carlos.”

Por que é imperdível: Mostra que a nossa música vai muito além do samba e da bossa nova.

• A obra exibe caricaturas clássicas dos músicos feitas por grandes nomes do traço brasileiro, como Chico e Paulo Caruso, Ziraldo, Loredano e Jaguar. Até a autocaricatura de Noel Rosa está incluída.

• A primeira versão nasceu na internet, no site criado pelo Instituto Cultural Cravo Albin em 2001. A versão online (www.dicionariompb.com.br) tem 20 mil páginas. Na impressa, 2 mil verbetes tiveram que ser deixados de fora.

• O dicionário é resultado de um trabalho de 10 anos, do qual participaram mais de 50 pessoas, entre diagramadores, críticos e pesquisadores.