GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Brasil reprovado

Uma pesquisa revela o Índice de Percepções de Corrupção.

Denis Russo Burgierman

Apesar do esforço do Congresso Nacional para investigar e punir gente até então tida como intocável, o mundo continua nos vendo como os mesmos corruptos de sempre. É o que revela o Índice de Percepções de Corrupção, uma pesquisa recém-divulgada pela ONG Transparency International, que todo ano entrevista homens de negócios e pessoas ligadas a organizações internacionais para descobrir quais os países considerados mais corruptos do planeta. O Brasil ganhou nota 4 – o índice vai de 0 a 10 – e amargou a 46ª posição no ranking dos mais honestos, atrás de Botsuana, Namíbia e Trinidad & Tobago. Tínhamos tirado nota 4,1 em 1999 e 3,9 em 2000. Ainda não foi dessa vez que passamos de ano. Finlândia, Dinamarca e Nova Zelândia, que tinham levado o ouro, a prata e o bronze entre os mais honestos do ano passado, conquistaram o bi. O miserável Bangladesh foi o último dos 91 países pesquisados.