GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Como funciona a fertilização in vitro?

O procedimento, indicado para mulheres com problema nas trompas e homens com poucos espermatozóides, pode custar até R$ 10 mil e tem 50% de chance de resultar em gravidez.

Texto de Monique dos Anjos

A fertilização in vitro é uma técnica de inseminação artificial que promove o encontro do óvulo com o espermatozóide fora do útero – é o famoso bebê de proveta. Para que a operação dê certo, não basta qualquer óvulo ou espermatozóide (genericamente chamados gametas). “Eles são postos à prova em várias etapas do processo e só os gametas com maior chance de fecundar chegam às finais”, afirma o médico Arnaldo Cambiaghi, diretor do Instituto Paulista de Ginecologia e Obstetrícia. O procedimento, indicado para mulheres com problema nas trompas e homens com poucos espermatozóides, pode custar até R$ 10 mil e tem 50% de chance de resultar em gravidez.

Ao iniciar o tratamento, a paciente precisa tomar doses diárias de hormônio para aumentar a quantidade e a qualidade dos óvulos, que são aspirados ao amadurecer e vão para uma incubadora. Enquanto isso, os espermatozóides são colhidos. Na fertilização propriamente dita, os gametas femininos e masculinos são postos em contato. “Quando o espermatozóide não entra espontaneamente no óvulo, ele é inserido com uma microagulha no citoplasma”, afirma o ginecologista Luiz Eduardo Albuquerque, da Associação para Estudo da Fertilidade. No dia seguinte confirma-se a fecundação e prepara-se o reimplante. “Transferimos no máximo 4 embriões. Com mais do que isso, cresce o risco de gestação múltipla”, afirma Luiz. O teste de gravidez é feito 11 dias depois.

Assista à reprodução assistida

Veja como é feita a fertilização em laboratório

Mulher

Coleta

1A. Aspiração

Com uma agulha especial, os óvulos são aspirados de dentro dos ovários e colocados em placas com meio de cultura, uma solução nutritiva que imita as substâncias da trompa.

1B. Seleção dos óvulos

Os óvulos maduros são selecionados. Eles serão armazenados na incubadora por um período de 2 a 4 horas, tempo necessário para finalizar a maturação.

Fertilização

2. Na base da injeção

Os espermatozóides que não entram espontaneamente nos óvulos são capturados individualmente e inseridos, com a ajuda de uma microagulha, no citoplasma do óvulo.

3. Transferência para o tero

No dia seguinte verifica-se a fertilização, ou seja, a formação dos núcleos feminino e masculino. Quando os embriões desenvolvem de 4 a 8 células estão prontos para ser transferidos para o útero.

Homem

Coleta

1. Recrutamento de sêmen

O sêmen é centrifugado. Descarta-se o líquido seminal e adiciona-se um meio de cultura aos espermatozóides que ficaram no fundo do tubo. Os espermatozóides com maior mobilidade (mais saudáveis) sobem ao topo.