Clique e assine a partir de 8,90/mês

Como funciona a fertilização in vitro?

O procedimento, indicado para mulheres com problema nas trompas e homens com poucos espermatozóides, pode custar até R$ 10 mil e tem 50% de chance de resultar em gravidez.

Por Da Redação - Atualizado em 31 out 2016, 18h22 - Publicado em 31 jan 2007, 22h00

Texto de Monique dos Anjos

A fertilização in vitro é uma técnica de inseminação artificial que promove o encontro do óvulo com o espermatozóide fora do útero – é o famoso bebê de proveta. Para que a operação dê certo, não basta qualquer óvulo ou espermatozóide (genericamente chamados gametas). “Eles são postos à prova em várias etapas do processo e só os gametas com maior chance de fecundar chegam às finais”, afirma o médico Arnaldo Cambiaghi, diretor do Instituto Paulista de Ginecologia e Obstetrícia. O procedimento, indicado para mulheres com problema nas trompas e homens com poucos espermatozóides, pode custar até R$ 10 mil e tem 50% de chance de resultar em gravidez.

Ao iniciar o tratamento, a paciente precisa tomar doses diárias de hormônio para aumentar a quantidade e a qualidade dos óvulos, que são aspirados ao amadurecer e vão para uma incubadora. Enquanto isso, os espermatozóides são colhidos. Na fertilização propriamente dita, os gametas femininos e masculinos são postos em contato. “Quando o espermatozóide não entra espontaneamente no óvulo, ele é inserido com uma microagulha no citoplasma”, afirma o ginecologista Luiz Eduardo Albuquerque, da Associação para Estudo da Fertilidade. No dia seguinte confirma-se a fecundação e prepara-se o reimplante. “Transferimos no máximo 4 embriões. Com mais do que isso, cresce o risco de gestação múltipla”, afirma Luiz. O teste de gravidez é feito 11 dias depois.

Assista à reprodução assistida

Veja como é feita a fertilização em laboratório

Mulher

Continua após a publicidade

Coleta

Continua após a publicidade

1A. Aspiração

Com uma agulha especial, os óvulos são aspirados de dentro dos ovários e colocados em placas com meio de cultura, uma solução nutritiva que imita as substâncias da trompa.

1B. Seleção dos óvulos

Continua após a publicidade

Os óvulos maduros são selecionados. Eles serão armazenados na incubadora por um período de 2 a 4 horas, tempo necessário para finalizar a maturação.

Fertilização

2. Na base da injeção

Os espermatozóides que não entram espontaneamente nos óvulos são capturados individualmente e inseridos, com a ajuda de uma microagulha, no citoplasma do óvulo.

Continua após a publicidade

3. Transferência para o tero

No dia seguinte verifica-se a fertilização, ou seja, a formação dos núcleos feminino e masculino. Quando os embriões desenvolvem de 4 a 8 células estão prontos para ser transferidos para o útero.

Homem

Coleta

Continua após a publicidade

1. Recrutamento de sêmen

O sêmen é centrifugado. Descarta-se o líquido seminal e adiciona-se um meio de cultura aos espermatozóides que ficaram no fundo do tubo. Os espermatozóides com maior mobilidade (mais saudáveis) sobem ao topo.

Publicidade