GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Existem gays no Irã?

Se o presidente Mahmoud Ahmadinejad diz que não existem, não deve perceber o que acontece na praça Daneshjoo, ponto de encontro dos gays de Teerã.

Texto Marcos Nogueira

Se o presidente Mahmoud Ahmadinejad diz que não existem, não deve perceber o que acontece na praça Daneshjoo, ponto de encontro dos gays de Teerã. Eles são obrigados a viver na mais absoluta clandestinidade, já que a lei islâmica vigente no Irã classifica a homossexualidade como pecado e crime. Como o país não é um exemplo de transparência, não há estatísticas confiáveis sobre a questão –, mas alguns grupos de ativistas gays afirmam que até­­ 4 mil­ homossexuais foram executados desde que os aiatolás tomaram o poder, em 1979. Ainda assim, há quem ouse levantar a voz contra a perseguição sexual. A Organização Gay Iraniana mantém um site (irqo.net), uma revista e um programa de rádio, além de uma sede que, obviamente, não fica no Irã – mas em Toronto, no Canadá.

Perseguição implacável

Como a lei do Irã pune os gays

Lesbianismo

Crime: Sexo entre mulheres com contato genital (mosahqeh, em persa).

Pena: 100 chibatadas em cada parceira; morte na 3ª reincidência.

Sodomia

Crime: Ato sexual entre dois homens, com penetração (lavat).

Pena: Morte para os dois parceiros, se ambos forem maiores; menores de idade recebem 74 chibatadas.

Nuazinhas

Crime: Quando duas mulheres que não são parentes são flagradas nuas “sem necessidade” na mesma cama .

Pena: Até 99 chibatadas; 100 chibatadas na 2ª reincidência.

Nas coxas

Crime: Quando um homem esfrega seu pênis ou coxa na coxa de outro homem (tafkhiz).

Pena: 100 chibatadas em cada parceiro; o ativo, se não for muçulmano, é condenado à pena capital. A 3ª reincidência também é punida com a morte.

Beijo gay

Crime: Beijo entre dois homens, “com intenção lasciva”.

Pena: Até 60 chibatadas.

Peladões

Crime: Quando dois homens que não são parentes são flagrados nus “sem necessidade” na mesma cama.

Pena: 99 chibatadas.