GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Peixe do passado ressuscita

Imagine que você viaja em lua-de-mel para uma ilha dos mares tropicais da Indonésia e, de repente, passeando no mercado local, topa com um dinossauro vivo! Foi mais ou menos isso o que aconteceu com o biólogo Mark Erdmann, da Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos. Recém-casado, ele não encontrou exatamente um dino, mas um celacanto, um peixe tão antigo quanto esses répteis e também considerado extinto. O bicho havia sido pescado nas costas de coral do norte da ilha indonésia de Sulawesi. É o segundo reduto conhecido dos fósseis vivos. O primeiro, achado em 1938, fica nas Ilhas Comoro, costa oriental da África, cerca de 10 000 quilômetros distante da Indonésia. “Pode ser que existam outros grupos de celacantos espalhados pelo oceano”, avalia Erdmann. O biólogo quer agora saber qual o parentesco entre os grupos indonésio e africano. E se um dia, antes de se separar, eles constituíram uma única grande família.

O primeiro grupo de celacantos foi encontrado nas Ilhas Comoro em 1938

Agora foi achado um outro grupo, a 10 000 quilômetros de distância, na Indonésia

Um pré-histórico celacanto, considerado extinto, foi achado na Indonésia, com 1,20 metro de comprimento e quase 30 quilos