GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Quem são os amish?

Os hábitos dos amish são uma interpretação peculiar de algumas passagens bíblicas

Eles são um grupo cristão que busca viver isolado da sociedade moderna e de seus confortos – como automóveis, telefone e eletricidade. As comunidades amish recriam o modo de vida rural do século 17, quando a Igreja foi criada pelo suíço Jakob Amman (daí o nome). Reconhecíveis por suas roupas antigonas e carruagens, às vezes os amish são confrontados de forma nada agradável com o mundo dos “outros”. 

Os amish formam uma tendência radical entre os protestantes menonitas, que por sua vez se encaixam numa corrente religiosa chamada anabatismo – para esse grupo, o batismo de bebês não tem valor algum; o sacramento deve ser feito quando o fiel já pode se responsabilizar por seus atos. Originários da Alemanha e da Suíça, os amish da Europa ou emigraram para a América do Norte ou foram assimilados por igrejas menonitas menos ortodoxas.

No Novo Mundo, as comunidades amish floresceram: estima-se que hoje existam cerca de 150 mil pessoas vivendo em mais de 200 assentamentos nos EUA e no Canadá. Os hábitos dos amish são uma interpretação peculiar de algumas passagens bíblicas. Mirando-se nas ações de Jesus, por exemplo, eles introduziram a lavagem dos pés na liturgia. Pacifistas, eles se recusam a prestar o serviço militar. A ligação de outras singularidades amish com os textos sagrados não é tão direta. Algumas das regras para viver nessas comunidades incluem o veto ao estudo além do ensino fundamental, o uso de barba sem bigode pelos homens e a proibição de instrumentos musicais. Apesar de aparelhos elétricos também serem desaconselhados, as autoridades americanas forçaram os amish a instalar lanternas em suas carroças para trafegar à noite nas estradas.