GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Energia eólica: O sopro da polêmica

Dante Grecco

Parecia perfeito: o maior prédio do mundo seria também o mais ecológico. No projeto inicial da Freedom Tower (Torre da Liberdade), edifício a ser construído onde antes se erguia o World Trade Center, em Nova York, está prevista a instalação de 30 turbinas eólicas que gerariam metade da energia que o arranha-céu vai utilizar. Só que, para alguns especialistas, é inviável colocar uma usina dessas no topo de um prédio que se propõe a ser o maior do mundo. Um mínimo de imprecisão (o que é a regra em projetos como esse) faria as hélices vibrarem a ponto de desestabilizar o edifício. Além disso, o barulho seria de enlouquecer os habitantes – imagine como é trabalhar sob o ranger de 30 ventiladores de teto gigantescos. Por fim, existe o risco de lâminas se desprenderem e atingirem alguém. De tanto problema, chegou-se a acreditar que a proposta era só uma piada.

Os arquitetos parecem firmes no projeto. Turbinas mais modernas poderiam diminuir a vibração e o barulho. Além disso, o local é ideal, na região de Nova York onde o vento sopra com mais intensidade, e a inclinação do prédio canaliza grande parte dele para as turbinas. Acima de tudo, eles pretendem construir um monumento ao uso de fontes limpas de energia. Resta só saber se essa solução é viável.

Para o alto

Como será a Freedom Tower

541 metros de altura

276 metros de antena

73 andares

1,5 bilhão de dólares de custo

2009 deve ser a data de conclusão