Clique e assine com até 75% de desconto

O novo suja mais que o velho

Por Da Redação Atualizado em 31 out 2016, 19h05 - Publicado em 31 mar 2000, 22h00

Trocar seu carro velho por outro mais novo supondo que ele seja menos poluente é um equívoco. Segundo um estudo do químico holandês Bert van Wee, da Universidade de Ultrecht, na Holanda, ao fazer isso você está apenas aumentando a emissão de dióxido de carbono, ou CO2, que é o gás responsável pelo aquecimento do planeta. Segundo Van Wee, os modelos novos realmente são mais limpos que os velhos, pois emitem menos poluente. O problema é que as técnicas de fabricação modernas também liberam CO2 – e em grande volume. Depois de feita a comparação, vê-se que os malefícios superam as vantagens. “É que a sujeira que sai do escapamento diminui numa proporção fixa, enquanto a que escapa das chaminés das fábricas está crescendo ano após ano”, explicou Van Wee à SUPER. No fim, a troca de um veículo usado por um zero quilômetro acaba levando mesmo a um aumento da emissão de gás carbônico para a atmosfera.

Publicidade