Clique e assine a partir de 8,90/mês

Animais podem ter câncer?

Por Raquel Carneiro - Atualizado em 4 jul 2018, 20h09 - Publicado em 2 out 2013, 16h29

Pergunta do leitor – Igor Mateus,

Mogi das Cruzes, SP

ME-141_PeR-34

Sim, e essa é uma das principais causas de morte entre os bichos em cativeiro. Isso porque a doença é comum em mascotes mais velhas, e a expectativa de vida dos animais (tanto domésticos quanto de zoológicos) aumentou com a melhora dos recursos e dos cuidados que eles têm. Da mesma maneira, o tratamento contra o câncer também se aprimorou e utiliza os mesmos métodos aplicados em seres humanos. Os custos variam muito para cada caso, podendo chegar a R$ 4 mil em um mês, com cirurgia e exames. A quimioterapia sozinha exige cerca R$ 1,5 mil mensais. A cura é possível, mas geralmente o objetivo é só prolongar a vida do bichinho com qualidade.

Amigos em risco

Continua após a publicidade

Alguns exemplos mais comuns do câncer veterinário

Câncer de mama

Comum em fêmeas, está ligado aos hormônios. A melhor prevenção é castrar o bichinho o quanto antes, de preferência até o segundo cio. É fácil de perceber, pois aumenta o volume na região da mama e cria nódulos. O tratamento é feito com cirurgia aliada à quimio. Às vezes, só a operação já cura

Câncer de pele

Continua após a publicidade

Assim como nos humanos, a doença pode vir da exposição à radiação solar – por isso, existem filtros solares especiais para os bichos. Os de pelo branco têm mais chances de pegar. Sintomas incluem a formação de nódulos e feridas. Há diversos subtipos, e a chance de cura varia. A maioria é tratada com cirurgia

Tumor Venéreo Transmissível

É bem comum no Brasil pela falta de hábito de castrar os animais. Só atinge cães e passa de um a outro por cópula ou contato social. Os indícios são secreções com sangue, aumento de volume nos genitais e excesso de lambedura. Para tratar, utilizam-se quimioterapia e cirurgia, e a chance de cura é alta

Linfoma

Continua após a publicidade

Alguns dos sintomas são apatia, perda de peso e falta de apetite. A causa para cães é desconhecida. Já para gatos, o câncer pode estar relacionado a uma contaminação viral (prevenida com vacinas). O tratamento é feito só com quimioterapia, que aumenta o tempo de vida. Mas só 5% se curam

Curiosidades

As chances de sucesso no tratamento do câncer de mama são boas (mais para cachorras do que para gatas)

É comum que o câncer de pele aconteça em regiões de pelo curto, como barriga, focinho e orelha

Continua após a publicidade

FONTE oncovet.com.br

CONSULTORIA Jane Cesar, médica veterinária oncologista do Hospital Jardins, de São Paulo

Publicidade