Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Como funciona a escada rolante?

Por Redação Mundo Estranho Atualizado em 4 jul 2018, 20h24 - Publicado em 18 abr 2011, 18h53
640px-Escada_rolante_do_Shopping_da_Gávea

Ela é, na verdade, uma corrente rolante com alguns degraus presos, que se movem em um contínuo movimento circular. Acionados por um motor elétrico, os degraus percorrem o caminho que vai do início ao fim da escada. Depois, curvam-se e fazem todo o caminho inverso por baixo da escada, onde não podemos vê-los. A idéia, extremamente simples, foi posta em prática pelo inventor americano Jesse Reno. Sua primeira escada, instalada em 1895, não servia para transporte e sim para as pessoas brincarem de subir e descer. Ela tinha pouco mais de 2 metros de altura e as pessoas andavam nela sentadas, como em uma bicicleta. Em 1901, o inventor Charles Seeberger exibiu na Feira Internacional de Paris um mecanismo aperfeiçoado, mais parecido com o que é usado hoje em dia. Segundo a lenda, foi Seeberger que inventou o termo “escada rolante” em inglês: escalator. O que torna a escada rolante tão genial é que, além de simples, ela transporta multidões em um ritmo constante, coisa que o elevador não é capaz de fazer.

Uma escada típica pode transportar mais de 10 mil pessoas por hora!

Engrenagens sincronizadas Motor elétrico aciona várias peças que trabalham em conjunto

Impulso inicial

Um motor elétrico faz girar as engrenagens, movimentando todo o conjunto da escada rolante. Ele vem equipado com freio, para quando for preciso desligar o equipamento

Dupla dinâmica

A engrenagem de cima é acionada diretamente pelo motor. A de baixo apenas acompanha a primeira e ajuda a movimentar toda a escada

Mãozinha para o corrimão

Também acionado pelo motor elétrico, o conjunto propulsor do corrimão é que se encarrega de fazer girar o longo apoio de borracha

Continua após a publicidade

Puxa-puxa

Impulsionada pelo giro das engrenagens, a corrente de acionamento principal puxa os degraus em uma velocidade constante

Degrau sob medida

Os degraus são cortados de forma a ficarem sempre na mesma posição enquanto sobem a escada. Cada degrau tem dois pares de rodinhas: um fica preso na corrente de acionamento e outro percorre o trilho guia

Apoio importante

Feito de borracha, o corrimão serve apenas para dar apoio aos passageiros. Não está ligado ao degraus, mas se move na mesma velocidade deles

Cortina metálica

Uma estrutura metálica, chamada treliça, suporta todo o peso da escada rolante. Normalmente é fechada nos lados, escondendo os mecanismos internos

Ponto de equilíbrio

Um trilho guia fixo serve para equilibrar os degraus e mantê-los sempre na posição correta. A distância que o trilho fica da corrente de acionamento é calculada para que os degraus permaneçam na horizontal

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Transforme sua curiosidade em conhecimento. Assine a Super e continue lendo

Impressa + Digital

Plano completo da Super. Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da SUPER, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Receba mensalmente a SUPER impressa mais acesso imediato às edições digitais no App SUPER, para celular e tablet.

a partir de R$ 12,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

App SUPER para celular e tablet, atualizado mensalmente.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)