Clique e assine com até 75% de desconto

Como funciona a TV a cabo?

Por Redação Mundo Estranho Atualizado em 4 jul 2018, 20h24 - Publicado em 18 abr 2011, 18h59

A transmissão por cabo surgiu em 1948, nos Estados Unidos, com o objetivo de melhorar a qualidade da imagem nas cidades do interior. Hoje, naquele país, 65 milhões de casas têm TV a cabo. No Brasil, o primeiro sistema surgiu em São José dos Campos, em São Paulo, em 1976. O cabo diminui a interferência do meio ambiente, melhorando bastante a transmissão. O sistema passou a ser usado também para distribuir canais específicos, aos quais só tem acesso quem paga. A TV a cabo funciona assim: o centro de controle eletrônico tem várias antenas com alto poder de recepção, para captar sinais vindos dos satélites e das antenas repetidoras das emissoras de TV. Nessa central, os sinais são processados e enviados para as casas das pessoas por meio de dois tipos de cabo: óptico e coaxial. O cabo de fibra óptica pode conduzir luz por caminhos que não são retos. É usado nos troncos principais, que se estendem por distâncias maiores, pois transmite melhor os sinais.

Já os cabos coaxiais, feitos de fios condutores, são usados apenas nas ramificações, pois neles o sinal vai se atenuando conforme a distância. Os cabos podem ser fixados em postes ou seguir por caminhos subterrâneos. “Para receber os sinais em sua casa, o assinante precisa ter um televisor adequado para receber sinais do cabo ou utilizar um conversor, que converte esses sinais para uma freqüência que a TV consegue captar”, afirma Antonio João Filho, diretor de telecomunicações da Associação Brasileira de Telecomunicações por Assinatura.

Pureza audiovisual
Sistema livra transmissão de interferências

1. Estações repetidoras e satélites transmitem os sinais que codificam as imagens e os sons da programação. Esses sinais são captados pelas antenas de uma central

2. A central processa os sinais e os retransmite pelos cabos até as casas dos assinantes

3. Na casa do espectador, um conversor traduz os sinais para a freqüência do aparelho de TV

Continua após a publicidade
Publicidade