GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Como funciona o forno solar?

O forno solar não usa gás, nem lenha, nem energia elétrica: o calor que cozinha o alimento vem diretamente do sol, cujos raios multiplicam-se ao encontrar as superfícies espelhadas do forno. Claro que, apesar de atingir temperaturas surpreendentes, possibilitando assar um bolo em uma hora e meia, o forno solar é totalmente dependente da condição climática e, portanto, não dá para achar que um dia todas as pessoas terão um casa. Mas, em regiões pobres, principalmente na África, onde o sol é constante e a lenha responde por quase 100% da energia consumida, os fornos solares podem provocar uma verdadeira revolução. A lenha tem pelo menos dois grandes problemas associados ao seu uso como fonte de energia: sua “colheita” destrói ecossistemas e sua queima libera gases de carbono, que poluem o ar e intensificam o efeito estufa. O forno solar não só é capaz de cozinhar sem poluir como também esteriliza a água em meros 20 minutos, quando atinge 65 ºC, a temperatura necessária para matar todos os microorganismos capazes de causar alguma doença. E o melhor é que cada pessoa pode construir o próprio forno solar, gastando quase nada. O modelo mais simples, tipo painel, é feito com um pedaço de papelão, revestido com algum papel laminado. Em 1990, a associação internacional Solar Cookers distribuiu fornos desse tipo a 28 mil famílias no Quênia e, oito anos depois, constatou que cerca de 20% delas ainda usavam os painéis como equipamento principal da “cozinha”. Quase 6 mil famílias, que estariam queimando lenha, adotaram a cozinha sustentável.

LEIA MAIS

– Como funciona um carro solar?

– Como funciona uma placa solar?

Três formas de assar Para facilitar o cozimento, a panela precisa ser embalada em um plástico

CHAPA QUENTE

O formato de parabólica faz com que este tipo de forno atinja as temperaturas mais altas entre os fornos solares – há quem garanta que eles cozinham tão rápido quanto um forno convencional. Isso acontece porque, graças ao seu formato, os raios do sol convergem para o mesmo ponto, onde deve ser colocada a panela, a assadeira ou o bule

VEM PRA CAIXA

O forno tipo caixa tem a vantagem de ser mais abrigado e ter um volume interno avantajado. Ele consiste de uma caixa de madeira, com o interior revestido com um material refletor e uma tampa de vidro (que produz o efeito estufa dentro da caixa). Modelos mais sofisticados têm abas refletoras do lado de fora, direcionando os raios para o interior

SIMPLES E EFICIENTE

O painel é o modelo mais simples e, apesar de parecer frágil, dá para cozinhar qualquer coisa nele. Para facilitar o cozimento, recomenda-se que seja usada uma panela de cerâmica escura, envolta em um plástico para impedir que o calor fuja

Para construir um forno solar tipo painel, basta recortar um papelão no formato aqui abaixo, revesti-lo com papel alumínio – se tiver um papel laminado mais grosso, melhor ainda – e dobrá-lo conforme o desenho. Em cinco minutos você tem um forno pronto para cozinhar