Clique e assine a partir de 8,90/mês

Como se forma o arco-íris?

Chuva ou umidade do ar favorece o belo fenômeno

Por Redação Mundo Estranho - Atualizado em 4 jul 2018, 20h20 - Publicado em 18 abr 2011, 18h57

A mitologia grega diria que ele aparece sempre que a deusa Íris deixa um rastro colorido no céu, para transmitir aos homens as mensagens de Zeus, o todo-poderoso do Olimpo. A explicação científica é bem menos romântica. O arco-íris surge quando o Sol ilumina a umidade suspensa no ar, após uma chuvarada, por exemplo. Quando um raio bate na borda de uma gotinha de água ou de vapor, a luz branca do Sol é desviada e se decompõe nas sete cores que compõem seu espectro: vermelho, laranja, amarelo, verde, azul, anil e violeta. É o mesmo efeito do prisma, que aprendemos na escola: cada cor é refletida em um ângulo diferente e muda de direção ao retornar para a atmosfera. A cor vermelha é a que se propaga mais rápido, formando a faixa superior do arco-íris. A violeta, a mais lenta, aparece na parte inferior.

O fenômeno é tão comum que os cientistas acumulam alguns recordes coloridos. “Em laboratório, foram observados mais de 12 arco-íris a partir de uma única gota d’água”, afirma o físico José Pedro Rino, da Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR).

Prisma natural

1. Dentro da gota d’água ou de vapor, o raio solar passa por uma refração – ou seja, se divide nas sete cores que compõem a luz branca

2. Cada onda colorida é desviada em um ângulo diferente, de acordo com suavelocidade de propagação

Continua após a publicidade

3. Os raios coloridos são refletidos na borda do fundo da gota

4. Ao saírem da gota, os raios são desviados mais uma vez. O efeito é igual aode uma lente de aumento

5. O espetáculo acaba quando o Sol muda de posição ou quando um vento forte dissipa a umidade do ar

Leia também:

Continua após a publicidade

– Quais são os principais deuses gregos?

– O que é chuva ácida?

– Por que as nuvens de chuva são pretas?

Publicidade