GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Como se joga críquete?

Criquete Criquete

Criquete (/)

Guardadas as devidas proporções, joga-se quase da mesma forma que na brincadeira de “taco” ou “bete”, praticada por crianças de todo o Brasil. Pouco conhecido por aqui, o críquete é um jogo de tacos e bola muito popular entre os países de colonização britânica. A principal diferença entre ele e o seu “primo” brasuca é que há mais gente em campo – são 11 jogadores tentando derrubar as “casinhas” protegidas pela dupla de rebatedores. Uma partida tradicional pode durar dias, com intervalos para descanso e alimentação. Em competições de maior visibilidade, como a Copa do Mundo, o jogo dura poucas horas. As principais potências do esporte hoje são Austrália – campeã da última Copa do Mundo -, Sri Lanka e África do Sul. No Brasil, há pouco mais de 200 praticantes de críquete, concentrados em São Paulo, Curitiba, Brasília e Fortaleza. : – )

O MELHOR ATAQUE É A DEFESA

Vence o jogo quem mais defende suas estacas

JOGANDO NA FAIXA

O campo pode ser oval ou circular, com até 150 metros de diâmetro – um gramado de futebol tem, no máximo, 120 metros de comprimento. Mas as principais ações do jogo rolam no pitch – faixa central, com 20 metros de comprimento por 3,6 metros de largura, com três pequenas estacas de madeira fincadas nas extremidades.

MUNIÇÃO PESADA

Cada arremessador tem direito a seis arremessos – ou um over – para tentar derrubar as estacas do adversário e eliminar um rebatedor. Em jogos de Copa do Mundo, cada tempo de jogo dura 50 overs (300 arremessos), isso se o time que lança não eliminar os dez rebatedores antes.

UM DE CADA VEZ

O jogo rola em dois tempos, e as equipes têm 11 atletas que arremessam, rebatem ou interceptam dependendo do momento do jogo. No 1º tempo, um time tem um arremessador, um receptor e nove defensores espalhados pelo campo – seu objetivo é impedir que o adversário pontue. A equipe rival, por sua vez, conta com dois rebatedores em ação (os outros ficam de fora, aguardando sua vez de entrar) – sua meta é proteger as estacas e mandar a bola para longe dos defensores. No 2º tempo, os times trocam de função.

PEÇAS E ACESSÓRIOS

O taco de madeira mede até 96,5 centímetros e pesa quase 1,5 quilo. As rebatidas são feitas com a face lisa do taco. A bola, feita de cortiça e revestida com couro, pesa cerca de 160 gramas e tem quase 7 centímetros de diâmetro. Acessórios como pads (o caneleirão que vai do tornozelo até acima do joelho), capacetes e boxes 3 (protetores genitais) resguardam os atletas de eventuais boladas. As luvas protegem as mãos.

SOLTANDO O BRAÇO

No momento do arremesso, o jogador tem que girar o braço sem dobrar o cotovelo. A bola deve ser lançada durante a corrida, com os pés do atleta dentro da área pintada (crease). Em geral, busca-se fazer com que a bola pique no solo antes de chegar às estacas. O quique dificulta a vida do rebatedor.

BOLA PARA O MATO

O placar pode passar dos 100 pontos. Isolar a bolinha é a principal jogada para pontuar. Se a bola for rebatida para longe, os rebatedores trocam de posição cruzando o pitch seguidamente (ao cruzar, eles batem os tacos), até que um defensor pegue a bola e ameace as estacas – cada cruzada vale 1 ponto. Caso a bola seja rebatida para fora do campo sem tocar o solo, são 6 pontos; se picar no chão antes de sair, 4 pontos. O time que está rebatendo também ganha 1 ponto quando o arremessador vacila e joga a bola fora do alcance do taco

Leia também:

– Em qual esporte as bolas atingem maior velocidade?

– Quais são os esportes mais bizarros do mundo?

– Como surgiu e como se joga beisebol?