Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Como surgiu o baralho?

Não se sabe ao certo nem quando nem onde os jogos de cartas apareceram pela primeira vez. Há, porém, indícios de que eles tenham surgido na China, derivados do papel-moeda, no século X. No início, eram simples tiras de papel, marcadas com conchas, pedras, flechas e ossos, usadas em rituais de adivinhação. Por volta de […]

Por Redação Mundo Estranho Atualizado em 4 jul 2018, 20h23 - Publicado em 18 abr 2011, 18h59

Não se sabe ao certo nem quando nem onde os jogos de cartas apareceram pela primeira vez. Há, porém, indícios de que eles tenham surgido na China, derivados do papel-moeda, no século X. No início, eram simples tiras de papel, marcadas com conchas, pedras, flechas e ossos, usadas em rituais de adivinhação. Por volta de 1300, as cartas chegaram à Europa levadas pelos árabes. Eram, então, conhecidas como tarots, em baralhos de 22 unidades, que foram combinadas, no final do século XIV, com o baralho oriental, de 56. Foram os franceses, no século XVI, que introduziram o baralho moderno, de 52 cartas, deixando o tarô apenas para previsões. Os naipes mais comuns eram taças, moedas, espadas e bastões. Da França, o baralho ganhou o mundo e os naipes evoluíram até os atuais copas, ouros, espadas e paus. Hoje em dia, mais de uma centena de jogos de cartas, envolvendo raciocínio e, principalmente, sorte, são conhecidos.

Publicidade